Novo

Manual de modificação C-109 - p.20 Lista de desenhos

Manual de modificação C-109 - p.20 Lista de desenhos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Manual de modificação C-109 - p.20 Lista de desenhos

Muito obrigado a Paul Stahl Jr, por nos enviar este manual de modificação para o transporte de combustível C-109, uma versão modificada do bombardeiro B-24. Seu pai, Paul Stahl Sr, foi o engenheiro de projeto do C-109.


Galeria C-109 consolidada

TEXTO

Página 20 - Seção 6 - Desenhos liberados em aeronaves C-10

(Relocação de servo controle)
109-M14-G9000Servo Control Relocate, Inst.
(Inst. Do suporte do giroscópio azimute)
109-M14-G10000Detalhe Inst. Suporte Gyro
(Instalação do assento)
109-M14-G11000Inst. Assentos leves
(Pisos - Torre Esférica)
109-M14-G12000Conjunto de piso e Inst. Torre Sperry Ball
(Tampa superior da torre)
109-M14-G13000Retrabalhar a tampa da torre superior
(Antena Loop)
109-M14-R1001Detalhes Ângulo, Antena Loop
109-M14-R1002Loop Antenna Stiffener Plate
109-M14-R1003Assy. Loop Antenna Stiffener Plate

MODIFICAÇÃO M-15

(Instalação de Tanques)
44N698Instalação do compartimento da bomba traseira e tanques de combustível do convés traseiro
43B1063Strap Assy.
43A1119Conjunto de suporte
43B1116Conjunto de suporte
43B1121Canal
44D699Conjunto de berço
43B1117Clip Assy.
43B1114Pare Assy.
42B8581Alça
42B8573Alça
43A1120Grampo
42a8589Alça
42B8576Ângulo
4aA8598Ângulo
42D8568Rail Assy.
42A8387Ângulo
42A8584Ângulo
42B8577Canais
42A8583Ângulo
42A8599Ângulo
42B8578Canal


Douglas DC-8

o Douglas DC-8 (as vezes McDonnell Douglas DC-8) é um avião de passageiros estreito construído pela American Douglas Aircraft Company. Depois de perder a competição de petroleiros da Força Aérea dos Estados Unidos em maio de 1954 para o Boeing KC-135, Douglas anunciou em julho de 1955 seu projeto de jato derivado. Em outubro de 1955, a Pan Am fez o primeiro pedido junto com o concorrente Boeing 707, e muitas outras companhias aéreas o seguiram. O primeiro DC-8 foi lançado no aeroporto de Long Beach em 9 de abril de 1958 e voou pela primeira vez em 30 de maio. A certificação FAA foi obtida em agosto de 1959 e o DC-8 entrou em serviço com a Delta Air Lines em 18 de setembro.

DC-8
O DC-8 é um avião quadjet de asa baixa, aqui re-motorizado com CFM56s. Este DC-8 retratado é propriedade da NASA.
Função Avião comercial estreito
origem nacional Estados Unidos
Fabricante Douglas Aircraft Company (1958–1967)
McDonnell Douglas (1967-1972)
Primeiro voo 30 de maio de 1958
Introdução 18 de setembro de 1959, com a Delta Air Lines e United Airlines
Status Em serviço limitado como aeronave não passageira
Usuários primários United Airlines (histórico)
UPS Airlines (histórico)
Delta Air Lines (histórico)
Serviço Trans Air Cargo
Produzido 1958–1972
Número construído 556

O avião de asa baixa de seis lado a lado era um avião a jato com quatro motores, as variantes iniciais têm 151 pés (46 m) de comprimento. O DC-8-10 era movido por turbojatos Pratt & amp Whitney JT3C e tinha um MTOW de 273.000 lb (124 t), o DC-8-20 tinha turbojatos JT4A mais potentes para um MTOW de 276.000 lb (125 t). Os modelos intercontinentais tinham mais capacidade de combustível e até 315.000 lb (143 t) MTOW, alimentados por JT4As para a Série 30 e por turbofans Rolls-Royce Conway para a Série 40. O Pratt & amp Whitney JT3D alimentou o posterior DC-8-50 e as versões dos cargueiros alcançaram um MTOW de 325.000 lb (147 t).

A série 60 aprimorada foi anunciada em abril de 1965. O DC-8-61 foi esticado em 36 pés (11 m) para 180–220 assentos na classe mista e um MTOW de 325.000 lb (147 t). Ele voou pela primeira vez em 14 de março de 1966, foi certificado em 2 de setembro de 1966 e entrou em serviço com a United Airlines em fevereiro de 1967. O DC-8-62 de longo alcance seguido em abril de 1967, estendido por 7 pés (2,1 m), poderia acomodar até 189 passageiros com mais de 5.200 nmi (9.600 km) com uma asa maior para um MTOW de até 350.000 lb (159 t). O DC-8-63 tinha a fuselagem longa e a asa alargada, os cargueiros MTOW atingiram 355.000 lb (161 t).

O DC-8 foi produzido até 1972 com 556 aeronaves construídas. Ele foi substituído por aviões de passageiros de grande porte, incluindo o DC-10 da Douglas. Em 1975, o retrofit da Série 70 foi proposto com o turbofan CFM56, mais silencioso e mais eficiente em termos de combustível. Alguns cargueiros com motor novamente ainda estão em uso.


Manuais de torno Enco

Aqui é onde postarei links para os manuais quando obtiver cópias.

Informe-me sobre quaisquer tornos ENCO não listados aqui para que eu possa listá-los e tentar encontrar os manuais.
---------------------------
Sobre o download desses arquivos, eles ficam armazenados no meu Google Drive, por isso e pela forma como os links funcionam, eles só podem ser abertos em uma janela do navegador e não podem ser baixados diretamente através dos links. Se for esse o caso, você pode baixá-los depois de abri-los por meio de um link de download no canto superior direito da página aberta. se você ainda não conseguir baixá-los, entre em contato comigo por e-mail em ncwonline @ gmail. com e enviarei por e-mail o manual desejado diretamente para você. Eu recebo MUITOS e-mails, então não desanime se você me enviar um e-mail e eu não responder imediatamente, posso perder seu e-mail, apenas me envie um e-mail novamente uma vez por dia até eu responder. Estou usando meu Google Drive para que em alguns anos você nunca veja um dos avisos de "arquivo faltando", como acontece nos sites de hospedagem de download público quando a conta de uma pessoa é fechada por qualquer motivo.
---------------------------

NOTA - SE O DOWNLOAD LINK NÃO FUNCIONAR - SIGNIFICA QUE NÃO TENHO ESSE MANUAL DISPONÍVEL - DESCULPE!

SE VOCÊ TEM ALGUM DESTES MANUAIS QUE EU NÃO TENHO - POR FAVOR, ENVIE-ME PARA QUE POSSO COMPARTILHAR COM OUTROS QUE PRECISAM DELE!

110-0800 7 x 10 1 / 3Hp 110V Mini Mesa Torno Enco-110-0800-lathe.pdf

110-0820 Enco 9 x 20 Torno de bancada com caixa de engrenagens de troca rápida 110-0820.pdf

110-1351 Enco 13 x 40 Torno de banco de cama com lacuna de cabeça engrenada
| Manual de Peças

Enco 110-2033 e amp 2034 Torno 12 x 36 - não tenho certeza do comprimento exato
Manual de operações | fiação do contator | Fiação do motor

110-1340 Manual de Operações do Torno Enco

110-2075 Enco 12 x 32 Torno de banco de cama com lacuna de cabeça engrenada 110-2075.pdf

110-2079 Enco 12 x 36 Torno de banco de cama com lacuna de cabeça engrenada 110-2075.pdf

111-2100 1Hp, 220V, 3Ph Turn-Pro 2Nd Operação Lathe 111-2100.pdf

111-3115 Gap Bed 3Hp 220V 3Ph Turn-Pro 13 x 40 Geared Head Torno 111-3115.pdf

111-3115 Turn-Pro 13 x 40 Geared-Head Gap Bed Torno 111-3110.pdf

111-3310 Torno de banco de leito Enco 13 x 40 com cabeça engrenada
Manual de Instruções - Manual de Peças - Esquema Elétrico

111-3320 Torno de banco de leito Enco 14 x 40 com cabeça engrenada
Manual de Instruções - Manual de Peças - Esquema Elétrico

111-3922 Enco 20 x 80 HD Gap Bed Motor Torno (1997-presente) 111-3922.pdf

111-1450 Enco 14 x 40 Gap Bed Motor Torno Manual de operação - Manual de peças

111-1650 Enco 16 x 60 Gap Bed Motor Torno Manual de operação - manual de peças

111-1850 Enco 20 x 80 Gap Bed Motor Torno Manual de operação - manual de peças

NOTA sobre o manual do torno ENCO 111-1450 listado acima, descobri que o grizzly vende um torno chamado G0749 e é um modelo atual em 8/2017. Você pode baixar o manual aqui e a lista de peças aqui ou diretamente da página de listagem do Griz neste link. Esses tornos ENCO e Griz são quase exatamente iguais. Eu descobri ao medir meu ENCO 111-1450 que ele balançará 16 ", então é na verdade um 14x40 reduzido e é realmente um 16x40, então as peças de torno Grizzly G0749 podem funcionar para o torno ENCO e o manual Grizzly G0749 é 1000% melhor do que o manual ENCO.


Como funciona um circuito de corrente de 4-20 mA?

Para entender o que é um loop de corrente contínua (CC) de 4-20 mA e como ele funciona, precisaremos saber um pouco de matemática. Não se preocupe, não vamos nos aprofundar em nenhuma fórmula avançada de engenharia elétrica. Na verdade, a fórmula de que precisamos é relativamente simples: V = I x R. Esta é a Lei de Ohm. O que isso quer dizer é que a tensão (V) é igual à corrente (I) multiplicada pela resistência (R) ("I" significa Intensité de Courant, francês para Intensidade de Corrente). Esta é a equação fundamental da engenharia elétrica.

Figura 1. Circuito DC Simples

Considere o circuito CC simples acima, que consiste em uma fonte de alimentação e três cargas. Um loop de corrente requer tensão para conduzir a corrente. Isso é fornecido pela fonte de alimentação, com a tensão da fonte rotulada como Vtot. A corrente então flui pelo loop, passando por cada carga. A queda de tensão em cada carga pode ser calculada a partir da Lei de Ohm. A queda de tensão V1 em R1 é:

Cada elemento do circuito fornece tensão ou apresenta uma queda de tensão. No entanto, a corrente, "I", é a mesma em todos os pontos do loop. Este é o princípio crítico do circuito de 4-20 mA. A corrente é a mesma em todos os lugares do loop. Pode ser difícil entender por que a corrente permanece constante, portanto, considere o sistema de água de sua casa como uma comparação. Há uma certa pressão nos canos de água empurrando a água para sua casa.

A tensão, de forma semelhante, atua como uma pressão, empurrando a corrente através do circuito. Quando uma torneira dentro de sua casa é aberta, há um fluxo subsequente de água. O fluxo de água é análogo ao fluxo de elétrons, ou corrente. A capacidade da pressão de empurrar a água através dos tubos é limitada por curvas e restrições nos tubos. Essas restrições limitam a quantidade de fluxo no tubo, semelhante a como um resistor limita a corrente. O fluxo através do tubo, e da mesma forma a corrente através do fio, permanece constante em todo o sistema, embora a pressão e também a voltagem caiam em vários pontos. É por isso que usar a corrente como meio de transmitir informações do processo é tão confiável.


Etapas básicas para criar regra de modificação dinâmica

● DMR é basicamente usado para variar o escopo da inspeção.

● DMR pode definir em 1. Lista de tarefas no nível do cabeçalho

2. Lista de tarefas em nível de característica

3. Configuração de inspeção do mestre de materiais em

Inspeção normal (5 lotes (A *)) & # 8211 & gt ignorar (10 lotes (A *)) & # 8211 & gt Inspeção reduzida (1 lote (A *)) & # 8211 & gt ignorar (10 lotes (A *))

ignorar (10lots (R *)) & # 8211 & gt Inspeção de aperto (5 lotes (A *)) & # 8211 & gt Inspeção normal (5 lotes (A *))

Selecione a opção A regra de modificação dinâmica é criada para a decisão de uso / Criação no lote.

Atribua estágio, severidade de inspeção necessária, insira um texto curto e marque em Estágio de inspeção inicial (ISt)) / Pular estágio.


A duração máxima do salto é em dias:

Este campo é usado das seguintes maneiras:

  • Para determinar o estágio de inspeção atual na determinação da amostra
  • Quando o nível de qualidade é atualizado

O sistema primeiro verifica o número de saltos e, em seguida, a duração dos saltos.

Criação de lote de inspeção

Na determinação da amostra para um lote, se o número de saltos permitidos ainda não foi alcançado, mas a duração máxima do salto foi alcançada ou excedida, o próximo estágio na sequência para lotes aceitos é considerado o estágio atual para o lote de controle. Se esta etapa for outro salto, a próxima etapa na sequência de um lote rejeitado será considerada a etapa de inspeção atual. Isso significa que o lote de controle atual deve ser inspecionado como resultado da duração máxima do salto, embora o nível de qualidade contenha um salto como o próximo estágio de controle.

Atualização do nível de qualidade

O nível de qualidade é atualizado na criação do lote ou quando a decisão de uso é tomada. A atualização ocorre independentemente da determinação da amostra para um lote de controle (mesmo se a modificação dinâmica ocorrer na criação do lote) e sempre ocorre após a fase de controle atual ter sido determinada para o lote de controle. Se a duração máxima do salto foi atingida ou excedida, quando o nível de qualidade é atualizado, o sistema calcula a próxima etapa de inspeção para o nível de qualidade de um lote aceito com base no mesmo algoritmo. Isso significa que o próximo estágio na sequência para lotes aceitos é usado como o próximo estágio de controle. Se esta etapa for um salto, a etapa seguinte na sequência de um lote rejeitado será considerada a etapa de controle do nível de qualidade. Uma vez que esta etapa geralmente especifica um controle, o próximo lote de controle deve ser inspecionado.


Manual de modificação C-109 - p.20 Lista de desenhos - História

Aqui você encontrará muitas especificações para todos os caminhões Chevy e GMC das séries 73 - 87 C e K,
e todos os modelos 73 -87 C e K da Chevrolet e caminhão GMC VIN # são decifrados. Para Silverado, Cheyenne, Custom Deluxe, GMC Sierra Classics, Chevy Scottsdale, Chevy Blazers, Suburban, GMC Sierras, GMC Suburban, GMC High Sierras, GMC Jimmy e muito mais.
Motores e caixas de transmissão e transferência, eixos traseiros, incluindo todas as relações de marcha oferecidas durante os anos do modelo, com quais motores etc. Fotografias para ajudá-lo a identificar as peças do seu caminhão Chevy / caminhão GMC e alguns diagramas de fiação também. Intercâmbio de partes do corpo entre os anos do modelo. Peças de reposição do corpo disponíveis aqui. Diagramas para ajudar na manutenção e restauração de seu caminhão Chevy também. Códigos RPO (Regular Production Option) também, para as opções disponíveis oferecidas pela Chevy e GMC ao longo dos anos.


175+ PÁGINAS ATÉ AGORA
Tire algum tempo para olhar ao redor, você ficará feliz por ter feito isso. Há muitas informações sobre caminhões Chevy e GMC aqui. Minha página de links tem muitos, muitos links. Alguns deles são meus PATROCINADORES, então visite seus sites. Eles ajudam a manter minhas páginas aqui para você, GRATUITAMENTE. Marque esta página agora antes que você esqueça!
Por favor, reserve um momento para ler nosso Aviso Legal.
Obrigada por apareceres!

Comecei meu site em 1998 como uma página de membro da AOL, quando eles davam a você 5 MB de espaço para hospedar o máximo de páginas e imagens que você pudesse (é por isso que muitas das imagens originais aqui parecem minúsculas). Em 1999, mudei para cá, para um novo site .com. Muita coisa mudou na minha vida e online desde então. Quando comecei este site, meu caminhão era meu hobby. Eu tinha grandes planos. Bem, a vida atrapalhou e nenhum deles deu certo, mas eu ainda tenho meu 77 Chevy K / 20 e meu 80 GMC K / 25. Ambos estão sentados há 13 anos e eu não fiz nada ao 77, e puxei o capô e os pára-lamas do 80 GMC, e nada mais. Comprei uma picape Willys 61, com planos de colocar a carroceria no chassi 77 Chevy. Esse ainda é o plano, eventualmente. O GMC 80 tem um motor Jasper com menos de 20.000 milhas. Ele também tem uma caixa de transferência NP205 e o trans também tem menos de 20.000 milhas. ESSA combinação de caixa de transferência e transmissão de motor vai no chassi 77, eventualmente.

Hoje possuo e administro a Smith Brothers Services. Nós vendemos, instalamos e fazemos manutenção de arados de neve Meyer. Trabalhamos em todos os arados, vendemos e instalamos acessórios para caminhões e fazemos um pouco de soldagem e fabricação. Portanto, embora eu agora trabalhe em poucos ou nenhum caminhão Chevy 73-87, sempre começo a trabalhar e vejo as novidades de todos os fabricantes de caminhões. Eles percorreram um longo caminho. Alguns bons, alguns ruins. Eu instalei um arado usado em um 85 há alguns anos, então vou adicionar algumas fotos aqui. Muitas peças para esses caminhões estão finalmente ficando escassas. A JC Whitney vende menos da metade das peças desses caminhões 73-87 Chevy / GMC em comparação com o que costumavam vender. Os preços da maioria das partes (do corpo) dispararam. Eu adicionei novos links para peças no JC Whitney, porque eles têm um recurso de busca estranho que torna difícil encontrar peças, estranho eu sei. Por exemplo, eles listam os engastes do farol como "porta do farol". Ora, eu não tenho ideia, mas adicionei o link para a moldura, chamando-a de moldura, porque é uma moldura, não uma PORTA. O painel frontal da caixa de captação, eles chamam apenas de "painel do corpo", pode ser mais vago? Sempre preguei quando procuro informações online: quanto mais específico você for, mais específicos serão os resultados de sua pesquisa.

Embora eu realmente não tenha tempo, se o tempo permitir, vou tentar atualizar meu site aqui, remover todos os links inativos e adicionar o que posso adicionar.

Para obter mais ajuda sobre um assunto, procure esta imagem em todas as minhas páginas!

Esse novo layout pode parecer opressor ou confuso, mas espero que seja mais fácil para você encontrar as informações de Chevy e GMC Truck 1973-1973 de que precisa. Use o recurso de pesquisa!

Os manuais de serviço de caminhões leves da GM abrangem os seguintes modelos: C / 10, C / 20, C / 30, K / 10, K / 20, K / 30, P / 10, P / 20, P / 30. (C = picapes de 2 rodas, cabine e chassis e Blazer / Suburban, K = picapes de 4 rodas, cabine e chassis e Blazer / Suburban, e a linha de modelo P é Chevy Vans. A GM considera qualquer coisa de 1 tonelada ou menos como um Veículo & quotLight Duty & quot.

Portanto, se você planeja restaurar um carro ou caminhão, pegue um manual de serviço de fábrica, você não ficará desapontado!

Estes são os REAL livros você NECESSIDADE e o eBay os tem.

7/7/07 O filme fluido é incrível. Pulverize dentro dos painéis da carroceria, como portas e tampas traseiras
para evitar a ferrugem de dentro para fora. Pode ser usado para revestir caminhões.
Ele tem literalmente centenas de usos.

5/9/05 Dois rapazes de Ohio estão fazendo uma restauração de quadro em dois caminhões ao mesmo tempo. Dezessete páginas de restauração de caminhão Chevy!

4-19-03 Esquema de fiação do farol atualizado - Adicionado esquema de fiação da luz traseira

19/04-03 Apenas um lembrete para experimentar o recurso Pesquisar em sua busca por informações aqui!

  • Recursos de restauração
  • Juntas Corporais
  • Buchas de montagem de cabine
  • Fontes de partes do corpo
  • Troca de partes do corpo
    Entre anos
  • Novo Conjunto de Cama
  • Substituindo Painéis Rocker
  • Tailgates
  • Fiação
  • Ferrugem
  • Tanques de combustível
  • Levantamentos Corporais
  • Troca de cama usada

Você pode ver a cama S-10 feita sob encomenda de Alan - Aqui


Pesquise este site por palavras-chave AQUI

TODAS AS INFORMAÇÕES EM MINHAS PÁGINAS, TODOS OS DIAGRAMAS, IMAGENS E TEXTO SÃO
© 1998-2017 Charles D. Smith - Smith Brothers Services, LLC. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
VOCÊ PODE FAZER CÓPIAS PARA USO PESSOAL, MAS A PUBLICAÇÃO DE QUALQUER TIPO, DE QUALQUER PARTE DESTE SITE É PROIBIDA. APROVEITE A INFORMAÇÃO.


Mais de 1 milhão de visitantes desde 13/09/98

Pesquise este site por palavras-chave AQUI

Se você arar neve, verifique meus outros sites!

Todo o site Copyright 1999-2017 Smith Brothers Services, LLC Todos os direitos reservados


Manual de modificação C-109 - p.20 Lista de desenhos - História


Funcionalidade de Base

A série TopCon Quadro TC.P representa uma variedade de fontes de alimentação CC unidirecionais totalmente programáveis ​​e bem apresentadas. O controle digital oferece controle total de saída de tensão, corrente e potência, bem como uma simulação de resistência interna ajustável. Como todas as fontes de alimentação REGATRON, a série TC.P é baseada em uma arquitetura de multiprocessador que não apenas permite o crossover perfeito dos modos do controlador, mas também o processamento de dados onboard em tempo real. Com isso, o versátil Function Engine TFE pode ser usado ou até mesmo o famoso AAP de ‘Programação de área de aplicação’ abre a possibilidade de dar à unidade uma função de transferência dedicada y = f (x). (Opções)

Faixa finamente graduada

Os modelos cobrem a faixa de tensão de 0,52 a 0,100 VCC (1500 VCC em série) com tensões de saída nominais finamente graduadas. Categorias de potência de 10, 16, 20 kW e 32 kW estão disponíveis para cada tensão de entrada CC nominal.

Conceito modular para fácil aumento de potência ou conexão em série

A potência de saída das fontes de alimentação TopCon pode ser aumentada muito facilmente: Unidades de fonte de alimentação com tensão de saída nominal e potência idênticas podem ser conectadas em paralelo ou em série ou mesmo em operação mestre-escravo de modo misto para ter sistemas até a faixa de megawatts. Cada unidade em seu design básico pode ser usada como mestre ou escravo conforme desejado pelo usuário. Na operação de várias unidades, apenas a unidade mestre é endereçada pela estrutura de controle sobreposta.


Conteúdo

A nave auxiliar Tipo 6 foi introduzida em algum momento antes de 2364. (TNG: "Todas as coisas boas.") Eles faziam parte do estoque padrão de nave auxiliar a bordo Galáxia-classe, (TNG: "Darmok") Intrépido-class, (VOY: "Zelador", "Parallax") e Nebulosa- naves estelares de classe. ( Gerações de Star Trek DS9: "Waltz") Estações espaciais, como a Relay Station 47, também suportavam espaçonaves Tipo 6, assim como as instalações na Terra. (TNG: "Aquiel" VOY: "Pathfinder")


Antecedentes e objetivos

O retreinamento, uma intervenção psicológica derivada do paradigma de evitação de abordagem, produziu resultados mistos para o tratamento de transtorno de uso de álcool, bem como outras formas de dependência. O presente estudo investigou a eficácia de uma variante imaginal de retreinamento que permitiu maior personalização do conteúdo.

Métodos

No âmbito de um ensaio clínico randomizado (RCT), 84 indivíduos com autorrelato de problemas relacionados ao álcool foram recrutados pela Internet e alocados para retreinamento imaginal (manual de tratamento enviado como arquivo pdf por e-mail) ou lista de espera grupo controle (com o cuidado de sempre). O período de intervenção foi de quatro semanas. Desejo de álcool, medido com uma escala visual analógica (VAS), serviu como o resultado primário. Outras variáveis ​​emocionais (por exemplo, auto-estima) e relacionadas com a bebida serviram como resultados secundários.

Resultados

As análises por protocolo (PP) e intenção de tratar (ITT) mostraram que o retreinamento imaginal levou a uma redução significativa no desejo por álcool em comparação com o grupo de controle em um grande tamanho de efeito. A autoestima melhorou na condição de retreinamento em relação aos controles no PP e uma das análises ITT 75% dos indivíduos no grupo de tratamento relataram menos consumo de álcool no período de tratamento, enquanto o comportamento de beber permaneceu essencialmente inalterado no grupo de controle (p & lt .001) (o estudo foi registrado no German Clinical Trials Register, DRKS00015319).

Limitações

É necessário estabelecer se os efeitos do retreinamento imaginal são sustentados ao longo do tempo. O desgaste foi significativamente maior no grupo de retreinamento (40,5%) do que no grupo de controle (16,7%). Projetos com uma condição de controle ativo são necessários, bem como estudos de desmontagem para explorar qual dos múltiplos componentes do tratamento melhor prevê a melhoria. Estudos futuros devem verificar os níveis de consumo de álcool dos participantes por meio de medidas objetivas.

Conclusão

O retreinamento imaginal levou a efeitos significativos na redução do desejo por álcool.


Informações gerais de segurança para helicópteros

Como parte de seu compromisso com a segurança, a Airbus Helicopters desenvolve Avisos de Informações de Segurança e outras publicações técnicas para fornecer aos clientes informações valiosas relacionadas aos produtos e serviços da empresa. Esta seção contém alguns desses documentos. Os clientes da Airbus Helicopters podem consultar toda a biblioteca de publicações técnicas por meio da Publicação de Informações Técnicas da empresa na Internet (T.I.P.I) de acordo com sua assinatura.

Rede Europeia de Promoção da Segurança - Rotorcraft

A Equipe Europeia de Segurança de Helicópteros (EHEST) divulga regularmente orientações para melhorar a segurança de helicópteros. A Airbus Helicopters publica SINS sobre alguns desses assuntos para transmitir esse conhecimento aos operadores:

- Download do Guia do Instrutor de Voo de Helicóptero EHEST

- Outros folhetos, artigos da web, vídeos, manuais e diretrizes de Promoção da Segurança do EHEST, ESPN-R (que substituiu o EHEST em 2017) e IHSF são publicados na EASA Safety Promotion e ihsf.aero.

Guinada direita imprevista (rotor principal girando no sentido anti-horário), comumente referida como LTE

Informações relativas a guinada à direita imprevista

Fenestron versus Rotor de cauda convencional (CTR) para helicópteros equipados com um rotor principal girando no sentido anti-horário quando visto de cima

Associado ao Aviso de Informações de Segurança nº 3298-S-00, este Aviso de Informações é um lembrete sobre o controle do eixo de guinada para todos os helicópteros em certas condições de voo e indica algumas características específicas do Fenestron que devem ser lembradas, especialmente durante a transição de um helicóptero equipado com rotor de cauda convencional (CTR).

Aviso de informações de segurança para guinada esquerda imprevista (rotor principal girando no sentido horário), comumente referido como LTE

Informações relativas à guinada para a esquerda imprevista

Fenestron versus Rotor de cauda convencional (CTR) para helicópteros equipados com um rotor principal girando no sentido horário quando visto de cima de 3540-I-00

Tomada de decisão proativa com o aplicativo de avaliação de risco & quotBefore Your Flight & quot da Airbus Helicopters

Este Aviso de promoção de segurança descreve a prática de avaliação de risco pré-voo e o aplicativo desenvolvido pela Airbus Helicopters para apoiar os pilotos em sua aplicação. Disponível para ambiente iOS e Android, você pode baixar a versão android aqui ou clicar no link abaixo:


Recomendações da Força-Tarefa de Talha ESPN-R, juntamente com um breve histórico do uso da talha na indústria de helicópteros

A Airbus Helicopters fornece como um complemento e sob o mesmo SPN numerando informações adicionais sobre as missões e operações de içamento, parcialmente especificamente adaptadas às configurações e missões da aeronave que estão disponíveis ou vistas apenas com os tipos & quot da Airbus Helicopters

Suporte a operações de voo “Central de atendimento da tripulação”

A função de suporte “Crew Help Desk”, dedicada à (s) tripulação (ões) e gerente (s) de Operações de Voo dos Clientes, visa reforçar a Segurança de Voo e a eficiência operacional. O suporte do Crew Help Desk faz parte do Suporte ao Cliente Mundial da AIRBUS HELICÓPTEROS HCare. O ponto principal desta atualização 2 trata do procedimento para entrar em contato conosco.

Baixe FOBN_3-00_Rev-2 - (PDF versão em inglês 2 990 Ko)

Relatório de eventos em serviço

Melhorar a segurança de vôo sempre foi e sempre será a primeira prioridade da Airbus Helicopters. Esta melhoria constante da segurança só pode ser alcançada com a ajuda de todos os envolvidos na aviação, através de uma troca rápida, precisa e exaustiva de informações sobre todos os eventos considerados anormais, que têm ou podem potencialmente ter um efeito na segurança de voo.

Risco de hipóxia para a tripulação e passageiros ao operar em grandes altitudes

Em linha com nosso compromisso constante de melhorar a segurança das operações de helicópteros, a Airbus Helicopters gostaria de compartilhar informações sobre o risco de hipóxia ao operar em grandes altitudes. Este risco deve ser considerado pela tripulação e pelos operadores em seus Sistemas de Gestão de Segurança (SMS) de acordo com suas operações.

Principais dicas de segurança a serem aplicadas próximo ou no VNE

Após vários eventos ocorridos durante voos de alta velocidade, relatados à Airbus Helicopters, parece necessário emitir um lembrete de que muito cuidado deve ser tomado ao voar perto ou no limite de velocidade (VNE). Requer maior consciência da situação e atenção total do piloto devido às qualidades de manuseio do helicóptero perto deste limite. Os pontos a seguir não são específicos a nenhum tipo de helicóptero e devem ser conhecidos e compreendidos pelas tripulações de vôo.

Proteção e uso de helicópteros em climas frios e úmidos

A experiência adquirida em nossos helicópteros revelou alguns casos de quebra de motor ou danos ocorridos logo após a decolagem. Os helicópteros já haviam sido submetidos ao frio em condições de neve ou chuva e estacionados ao ar livre.

Divulgação de informações da FAA e da EASA sobre o uso de sistemas de retenção adicionais para passageiros e da EASA sobre o uso de superfícies de água como áreas de pouso forçado

Após um acidente fatal de helicóptero no East River perto da cidade de Nova York em 11 de março de 2018 envolvendo um Airbus Helicopters AS350 B2, a Airbus Helicopters gostaria de informar seus clientes sobre o lançamento de um Aviso (N8900.457) pela FAA em 10 de abril , 2018 e de dois SIBs (2018-15 e 2018-16) pela EASA em 7 de setembro de 2018:

Usando óculos de sol polarizados

A Airbus Helicopters informa que o uso de óculos de sol polarizados durante o vôo pode ter um impacto na boa leitura das informações exibidas no painel da cabine.

Operações de carga externa

Em linha com nosso compromisso constante em melhorar a segurança das operações de helicópteros, a Airbus Helicopters gostaria de compartilhar informações sobre alguns acidentes recentes que ocorreram durante as operações de carregamento de linga.

Acompanhamento de recomendações e limitações associadas ao uso de sistemas de combate a incêndio do tipo balde

A Airbus Helicopters participou recentemente de várias investigações sobre acidentes e incidentes graves durante operações de combate a incêndios envolvendo helicópteros equipados com sistemas suspensos do tipo Bucket * instalados sob STC (Supplemental Type Certificate).

Uso correto de assentos e sistemas de retenção para minimizar o risco de lesões

A Airbus Helicopters participou de investigações após incidentes / acidentes durante os quais foi determinado que os membros da tripulação e / ou ocupantes não usaram adequadamente os recursos de proteção dos ocupantes do helicóptero, incluindo assentos e sistemas de retenção, causando assim um risco aumentado de lesões.

Recomendações de treinamento Vortex Ring State / Airbus Helicopters e considerações sobre a "técnica de recuperação Vuichard"

Após uma publicação sobre como escapar de um estado de anel de vórtice (VRS) com a “técnica de recuperação Vuichard”, a Airbus Helicopters acredita que é importante explicar nossa posição em relação à filosofia de treinamento global da Airbus Helicopters relacionada ao VRS e as consequências das diferentes técnicas.

Medidas a serem tomadas se a talha travar em operação

O objetivo desta revisão 1 deste Aviso de Informações de Segurança é estender sua eficácia à tripulação da cabine e da cabine.

Equipamentos e acessórios

Uso de dados gravados no AIRS (Airborne Image Recorder System) & quotVISION 1000 & quot

Conselhos e dicas de segurança para os pilotos que retornam após o COVID-19

Com este Aviso de Promoção de Segurança, a Airbus Helicopters gostaria de dar alguns conselhos e dicas para retornar à Aviação Geral (GA) voando após a crise do COVID-19.

Um capacete pode salvar sua vida

Este Aviso de Promoção de Segurança é um lembrete sobre as recomendações dos órgãos de investigação: o uso de capacetes aumenta significativamente a proteção da tripulação.

AUTO VÔO
Uso de AFCS digital de 4 eixos

Algumas boas práticas relacionadas ao uso de AFCS em aeronaves equipadas com piloto automático digital de 4 eixos, além da publicação FOBN.

Mitigação de risco de colisão com pássaros em operações de helicópteros
Este documento tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a publicação ESPN-R relacionada às estratégias de mitigação de risco de colisão com pássaros.
Baixar 3632-P-56-Rev-0 - (versão em inglês 1.66Mo)

Publicação ESPN-R: Guia de treinamento do operador da talha
Baixar 3626-P-00-Rev-0 - (Versão em Inglês 2212Ko)

Desvio intencional das manobras de voo normais
Baixar 3640-P-00-Rev-0-EN - (Versão em Inglês 653 Ko)
Baixar 3640-P-00-Rev-0-FR - (versão francesa 646 Ko)

Recomendações para trabalhos em altura

O objetivo deste Aviso de Promoção de Segurança é definir e delinear melhor as práticas de trabalho em altura para garantir que o risco de queda de um nível para outro seja eliminado ou minimizado e mantenha as cotas mais baixas do que razoavelmente praticável (ALARP).

Aumento do número de incidentes / acidentes graves causados ​​por falhas no cumprimento das instruções de manutenção aplicáveis ​​de & quotina & quot

A Airbus Helicopters tomou conhecimento de vários incidentes e acidentes, alguns deles graves, que foram causados ​​por falhas no cumprimento dos procedimentos de manutenção aplicáveis ​​de “rotina”, em particular procedimentos de montagem.

A Airbus Helicopters tomou conhecimento de vários incidentes e acidentes, alguns deles graves, que foram causados ​​por falhas no cumprimento dos procedimentos de manutenção "de rotina" aplicáveis, em particular os procedimentos de montagem

Limitações operacionais de helicópteros

Através deste Aviso de Informação de Segurança, EUROCOPTER gostaria de lembrá-lo da existência de limitações operacionais dos helicópteros EUROCOPTER.


Modificações nas medidas a serem tomadas em caso de incidentes

A Airbus Helicopters revisou recentemente as condições nas quais os reparos em conjuntos dinâmicos são autorizados, em particular se um incidente ocorreu durante a operação.

Recomendações sobre unidades de energia terrestre portáteis (GPU) contendo baterias de íon de lítio

Este Aviso de Informações de Segurança (SIN) é para lembrar os operadores do uso adequado de GPUs portáteis contendo baterias de íon de lítio. Os operadores também devem estar cientes dos perigos associados ao uso, armazenamento e transporte de GPUs portáteis contendo baterias de lítio a bordo de aeronaves.

Riscos de segurança associados às vendas e uso de peças e helicópteros não autorizados / falsificados da Airbus Helicopters, todos os modelos

Revision 1 of this Safety Information Notice is issued following a new case of return to service of an aircraft after rebuilding without Airbus Helicopters’ approval. Therefore, Airbus Helicopters reminds customers of the safety risks related to the purchases and use of non-authorized or counterfeit Airbus Helicopters parts and/or helicopters.

Falsification of airworthiness documents and documents of conformity with the manufacturer data (New and repaired parts) - PART21 / PART145

EUROCOPTER regularly warns its operators against the use of suspect parts which may jeopardize flight safety and the safety of passengers and goods.

These suspect parts often come with falsified documents which may refer to the brand EUROCOPTER, but also to other manufacturers or companies working in the aircraft industry.

Enhancing Aviation Safety with proper Maintenance procedures and a Human Factor analysis campaign

The goal of this Safety Promotion Notice is to promote best maintenance practices and organizational standards.

Hydraulic power system: servo transparency

Airbus Helicopters recently took part in investigations following events on the “servo transparency/servo reversibility” or “jack stall” phenomena. These events led Airbus Helicopters to remind you of the phenomenon described and explained in LS 1648-29-03 (for Ecureuil aircraft) or LS 1649-29-03 (for Colibri aircraft)."

Hydraulic system failure emergency procedure training
EC120 B and AS350 B3e
Download SIN 3013-S-29-Rev-0 - (PDF 523Kb)

Helicopter with single hydraulic system - Hydraulic failure training

Reminder of the procedures and precautions specified in the Flight Manual concerning hydraulic failure training"

The analysis of various incidents and accidents that have occurred during the hydraulic failure training phases on helicopters equipped with a single hydraulic power system has shown that the majority of these incidents and accidents were the result of a loss of control at low speeds due to a lack of understanding or a lack of compliance with the training procedure described in Supplement 7 of the Flight Manual. To provide a practical tool for better understanding and comply with the hydraulic failure training procedure, Airbus Helicopters has created a training video. The procedure was filmed from the cockpit of an AS350 B3e. In addition to this video, Airbus Helicopters has introduced a questionnaire to check your understanding of the hydraulic failure training procedure.

Integration of a non-Airbus Helicopters Group design modification on helicopters, subject or not subject to an STC

Information concerning the potential effect on flight safety if a design modification, which does not originate from a member of the Eurocopter group and which is covered or not by a Supplemental Type Certificate (STC), is embodied on a helicopter.

Jettisonable sliding doors

Design 1 (Disc spring):
Helicopter S/N 9004 up to and including S/N 9621 and pre-Alert Service Bulletin MBB-BK117 C-2-52A-018.
Watch to the tutorial

Design 2 (Coil spring):
Helicopter S/N 9622 and up or post Alert Service Bulletin MBB-BK117 C-2-52A-018.
Watch to the tutorial

Download ASB BK117 C-2-52A-018 (pdf 3.009Ko)

Recommendations for visual inpections - Human factor approach

The purpose of this note is to better define and outline the concept of visual inspection to harmonize and standardize the knowledge and the know-how on this very recurrent maintenance action.

Lithium Battery Safety in Personal Electronic Devices (PED)
Recommendations to operators

Recommendation on the usage of Kathon FP1.5 Biocide by DuPont

Theft of aeronautical equipment of EUROCOPTER or its customers' property

Complement to EUROCOPTER Safety Information Notice No. 2451-S-00 Revision 0, dated 2012-05-15

Airbus Helicopters informs you of a theft of parts during their transport to the customers and reminds you of the action to be taken when you find suspect parts.

New Fuel Shut Off Lever design on cabin floor (MOD 075101)

Following an helicopter accident that ditched on the East River, the NTSB (U.S National Transport Safety Board) determines that the probable cause of this accident was the use of passenger harness/tether systems, which caught on and activated the engine Fuel Shut Off Lever (FSOL) and resulted in the in-flight loss of engine power and the subsequent ditching. Airbus Helicopters would like to inform his customers of the release of the Service Bulletin (SB) N° AS350-76.00.24.

For Light Helicopters Range

Simulated Engine-Off Landing (EOL) training

Current helicopter accident/incident statistics indicate that the greatest exposure to accidents or incidents occurs during simulated engine-off landing (EOL). The purpose of this Safety Information Notice is to raise the level of awareness of flight instructors involved in simulated EOL training.
Download SIN 2896-S-00-Rev-0 - (PDF 521 Ko)

AS350, EC130B4 Crash Resistant Fuel System Retrofit Options and compliance with § 27.952

EC120, AS350, AS355, EC130 Reminder for a Safe Departure

Airbus Helicopters is aware of several recent accidents that were due to failure to comply with the Flight Manual (FLM/AFM) procedures and/or due to disregard for basic airmanship and best practices necessary to ensure a safe take-off.

AS350, EC130, Dauphin, EC120, AG Maintenance operations that can be carried out by an aircrew member - aircraft commander or flight engineer - under EASA regulations

AS350B3 Engine Controls Use of twist grip

FAR and JAR § 27.952 outline the latest requirements for Crash Resistant Fuel System (CRFS) applicable to newly certified helicopters. The requirements of § 27.952 are designed to increase the level of safety in the event of a survivable crash by either decreasing the likelihood or delaying the onset of post-crash fire. Features were added to minimize crash-induced fuel leaks and their contact with potential fuel ignition sources during and after the crash. They were also added to increase the time to egress before a post-crash fire became critical. Airbus Helicopters reminds you of the availability of § 27.952 compliant CRFS retrofit option for all variants of the AS350 (except BB version) and the EC130 B4. The aim of revision 2 of this SIN is to communicate on the availability of updated configurations and extended applicability of the Airbus Helicopters Crash Resistant Fuel System (AH CRFS).

Rotor Flight Controls Dual Controls

Airbus Helicopters has been informed of a tragic event involving an aircraft in the Ecureuil range, which occurred following a “flight experience” type leisure flight, while the aircraft was on the ground with the rotor spinning.


Assista o vídeo: Cebolinha e Cascão e Os Fantasmas Malvados - Desenho Animado (Outubro 2022).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos