Novo

Linha do tempo Tarentum

Linha do tempo Tarentum


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

  • 706 a.C.

    Esparta funda a colônia de Tarentum na Magna Grécia.

  • c. 530 AC

    O Zeus de Bronze de Tarentum é esculpido.

  • 490 AC

    Tarentum ganha vitórias contra os messapianos e peucetianos na Magna Grécia.

  • 480 AC

    Tarentum venceu os Messapians e Peucetians na Magna Graecia.

  • c. 475 AC

    Os Messapians infligem uma pesada derrota a Tarentum na Magna Graecia.

  • 433 AC

    A colônia de Heraclea na Magna Grécia é fundada por Tarentum.

  • c. 400 a.C. - 350 a.C.

    Vida de Arquitas, estadista e filósofo pitagórico, que governou em Tarento.

  • 280 a.C. - 272 a.C.

    Guerra romana contra Tarentum. Roma conquista Tarentum. O domínio de Roma na baixa Itália está garantido.

  • 280 a.C. - 275 a.C.

    O rei Pirro de Épiro trava a Guerra de Pirro contra os romanos na Itália, com a defesa de Tarento como pretexto.

  • 270 a.C.

  • 218 AEC - 202 AEC

  • 209 a.C.

    Tarentum fica sob controle romano durante a Segunda Guerra Púnica.

  • 89 AC

    A colônia romana de Neptúnia está sob o controle de Tarentum.

  • 59 AC

    Os veteranos romanos se estabeleceram em Tarentum.


Roma Subjuga Grécia

As cidades-estado da Grécia eram as vizinhas mais próximas de Roma. A derrota da Grécia contra os romanos pode ser encontrada no Gráfico de Linha do Tempo Bíblico com História Mundial em 282 AC. Os gregos estabeleceram colônias no extremo sul da Itália, historicamente chamada de "Magna Grécia". Que incluía as cidades de Neópolis, Siracusa, Tarento, Síbaris e Crotona. Essas cidades ficavam perto da costa e os lucros obtidos com o comércio que passava por esses portos tornavam as cidades da Magna Grécia ricas e poderosas.

Estes artigos são escritos pelos editores da The Amazing Bible Timeline
Veja rapidamente 6.000 anos de Bíblia e história mundial juntos

Formato Circular Único - veja mais em menos espaço.
Aprenda fatos que você não pode aprender apenas lendo a Bíblia
Design atraente ideal para sua casa, escritório, igreja e # 8230

Infelizmente, a posição das cidades na costa também as tornou vulneráveis ​​a ataques de potências em conflito, como Roma, Cartago e Grécia. Uma delas foi a cidade costeira de Tarentum (Taras). Foi envolvido em uma briga entre uma tribo samnita e a cidade grega de Thurii. A cidade grega pediu ajuda naval a Roma. Para Tarento, esse foi um ato de provocação, então eles pediram a Pirro, o rei do Épiro, que os ajudasse.

Pirro chegou para ajudar Tarento e foi inicialmente vitorioso contra as forças romanas. Foi durante esta guerra que o termo "vitória de Pirro" foi usado pela primeira vez. Pirro sofreu enormes perdas, embora tenha vencido a guerra. Ele deixou a Itália para ajudar os gregos na Sicília, mas foi derrotado quando retornou a Roma. Tarentum e outras colônias gregas foram sitiadas pelas forças romanas logo depois. Eles também foram pegos entre os exércitos romanos e as forças cartaginesas lideradas por Aníbal durante a Segunda Guerra Púnica. Hannibal capturou a cidade, mas o general romano Quintus Fabius Maximus a retomou anos depois.


De Leonardo a Da Vinci: a história da cirurgia assistida por robôs em urologia

Vários procedimentos urológicos agora podem ser realizados com assistência robótica. Embora não seja definitivamente comprovado como superior à laparoscopia convencional ou à cirurgia aberta tradicional no cenário de um ensaio clínico randomizado, em centros experientes, a cirurgia assistida por robô permite excelentes resultados cirúrgicos e é uma ferramenta valiosa para aumentar a prática cirúrgica moderna.

Nossa revisão destaca a profundidade da história que sustenta a plataforma cirúrgica robótica que utilizamos hoje, ao mesmo tempo que detalha o lugar atual da cirurgia assistida por robô em urologia em 2011.

A evolução dos robôs em geral e como plataformas para aumentar a prática cirúrgica é uma história intrigante que abrange culturas, continentes e séculos. Uma linha do tempo de Yan Shi (1023-957 aC), Arquitas de Tarento (400 aC), Aristóteles (322 aC), Garça de Alexandria (10-70 dC), Leonardo da Vinci (1495), a Revolução Industrial (1790), 'telepresença' (1950) e do Sistema Cirúrgico da Vinci® (1999), mostra a incrível profundidade da história e do desenvolvimento que sustentam o robô cirúrgico moderno que usamos para tratar nossos pacientes. A cirurgia assistida por robô está agora bem estabelecida na Urologia e embora não seja considerada atualmente como uma abordagem "padrão ouro" para qualquer procedimento urológico, está sendo cada vez mais usada para operações de índice da próstata, rim e bexiga. Percebemos que a evolução robótica continuará infinitamente, garantindo o lugar dos robôs na história da cirurgia urológica. Aqui, detalhamos a história dos robôs em geral, na cirurgia e na urologia, destacando o lugar atual da cirurgia assistida por robô na prostatectomia radical, nefrectomia parcial, pieloplastia e cistectomia radical.


Aos 110 anos, o Hospital Allegheny Valley continua crescendo

Alguns marcos na história do Hospital Allegheny Valley:

29 de janeiro de 1909: Primeiro paciente admitido no Allegheny Valley General Hospital na 614 Second Ave. em Tarentum.

5 de agosto de 1910: Mudança do hospital para 114 W. Seventh Ave. em Tarentum.

Maio de 1910: Fundação da Escola de Enfermagem.

1911: O nome mudou para Allegheny Valley Hospital.

14 de junho de 1919: Novo hospital com 98 leitos é inaugurado em 1301 Carlisle St. em Natrona Heights.

1928: Edifício da Escola de Enfermagem e residência construída ao lado do hospital.

1943: A Ala Norte adicionou capacidade de cama agora para 220.

Março de 1946: Começa a construção da adição do lar de idosos

1958: $ 2 milhões adicionados à Asa Sul, camas aumentadas em 54 edifícios principais remodelados

Primavera de 1968: Nova asa de $ 2,6 milhões adicionada

1974: Nova instalação de laboratório de $ 2,5 milhões construída entre 1958 e 1968 alas.

1983: $ 26,5 milhões, adição de quatro níveis concluída.

1984: O novo estacionamento para 450 carros completou um programa de substituição e renovação de $ 38,3 milhões.

1990: conclusão de um acréscimo de $ 4 milhões para abrigar um novo acelerador linear para o departamento de oncologia de radiação.

1997: AVH torna-se parte da Allegheny University Medical Centers, uma subsidiária da Allegheny Health Education and Research Foundation, controladora do Allegheny General Hospital AHERF entrou com pedido de falência em julho de 1998.

1º de agosto de 1999: AVH torna-se parte do West Penn Allegheny Health System, predecessor da Allegheny Health Network formada em 2013.

2001: AVH adota o nome Alle-Kiski Medical Center

2008: $ 13 milhões de renovação e expansão dos serviços de atendimento de emergência e urgência.

2013: Highmark compra o hospital West Penn Allegheny Health System e volta a ser "Allegheny Valley Hospital", após passar brevemente pelo Alle-Kiski Medical Center.

Fonte: "100 Years Alle-Kiski Medical Center Redefining Community Medicine", de Peter Martin

Os boletins diários e semanais por e-mail do TribLIVE entregam as notícias que você deseja e as informações de que você precisa, direto na sua caixa de entrada.

O Hospital Allegheny Valley estará relembrando sua história e investindo em seu futuro neste 110º ano.

Isso incluirá dizer adeus a um grande pedaço de seu passado. O prédio da administração do hospital & rsquos, datado de 1928, está programado para ser demolido nesta primavera.

É um dos muitos projetos recentemente concluídos, em andamento ou planejados no hospital Harrison, com 190 leitos.

"Este é um ano emocionante para o Hospital Allegheny Valley", disse Jeff Carlson, que está atuando como presidente interino e CEO após a aposentadoria de Bill Englert. Carlson está na Allegheny Health Network há quatro anos, anteriormente atuando como presidente do Wexford Health and Wellness Pavilion.

Está em andamento uma busca nacional por um médico para liderar o hospital, seus 900 funcionários e 320 médicos.

Este ano - marca nosso 110º aniversário de serviço na região do Vale de Alle-Kiski. Recebemos essa designação com grande orgulho e honra para todos os pacientes que atendemos por mais de 110 anos ”, disse Carlson. & ldquoAlém disso, este ano de 2019 marca alguns avanços significativos que marcamos em nosso campus. Temos uma série de mudanças para melhorar nossos serviços aos nossos pacientes e suas famílias. & Rdquo

A equipe do hospital marcará o aniversário em 28 de janeiro, data em que o hospital admitiu seu primeiro paciente em 1909 em seu local original na Segunda Avenida em Tarentum. Eventos públicos serão realizados ainda este ano, disse Janice Wirth, vice-presidente de operações.

O hospital mudou-se para a seção Harrison & rsquos Natrona Heights em 1919, onde agora consiste em vários edifícios conectados. É sem litoral e sem espaço & mdash cercado por casas e uma ravina & mdash e incapaz de construir muito longe por causa das minas abaixo dele, disse Wirth.

Os funcionários do hospital decidiram que o prédio da administração não pode ser recuperado e que renová-lo não seria custo-efetivo.

O prédio é tão antigo que usa calor a vapor e não tem elevador. Sem ar condicionado central, é pontilhada por ar condicionado de janela. Foi construído para abrigar a escola de enfermagem do hospital & rsquos. O que antes eram dormitórios foram transformados em escritórios.

A demolição está prevista para maio, disse Wirth.

Embora o terreno seja inicialmente usado para estacionamento, sua remoção dará espaço ao hospital para crescer, disse Wirth. & ldquoAgora, nós & rsquoll temos um lugar para construir novamente & rdquo, disse ela.

Atualmente, não há planos imediatos para qualquer construção no local.

Grande parte do trabalho em andamento dentro do hospital está relacionado à realocação dos escritórios e funcionários do prédio da administração.

"Não há um canto deste prédio que não esteja apresentando alguma atividade", disse Wirth. & ldquoNós estamos fazendo muitas coisas neste hospital. & rdquo

A antiga loja de presentes do hospital & rsquos está sendo convertida em uma suíte administrativa. Uma nova loja de presentes será construída.

Um novo local de fácil acesso para os pacientes retirarem sangue e flebotomia mdash e mdash inaugurado este mês. Sua antiga localização no hospital será usada para o departamento de recursos humanos do hospital & rsquos.

"É bom tê-los bem no centro do hospital", disse Wirth.

O espaço destinado à hidroterapia, método ultrapassado de cicatrização de feridas que foi substituído por tratamento portátil à beira do leito, será esvaziado e utilizado por funcionários administrativos, assim como uma antiga academia de terapia ocupacional.

Uma sala antes usada para transcrição, que não é mais necessária, está sendo convertida para ser usada para treinamento de enfermeiras e novos funcionários.

O trabalho recentemente concluído inclui um novo scanner de tomografia computadorizada (TC) de US $ 1,3 milhão e uma suíte inaugurada em dezembro.

No instituto do câncer, um novo acelerador linear de US $ 2 milhões que fornece altas doses de radiação para destruir as células cancerosas estará chegando, com espaço renovado para acomodá-lo.

Brian Rittmeyer é redator da equipe da Tribune-Review. Você pode entrar em contato com Brian pelo telefone 724-226-4701, [email protected] ou via Twitter @BCRittmeyer.

Brian C. Rittmeyer é redator da equipe da Tribune-Review. Você pode entrar em contato com Brian pelo telefone 724-226-4701, [email protected] ou via Twitter.

Apoie o jornalismo local e ajude-nos a continuar cobrindo as histórias que são importantes para você e sua comunidade.


Linha do tempo Tarentum - História

Nós o convidamos a dar uma olhada fascinante no início da história, concepção e realização da Autoridade.

Nona Ala

Com a adição da Schoen Manufacturing Company, a área continuou a crescer como um centro industrial em expansão ao longo da década de 1920.

Charles T. Schoen veio para Pittsburgh em 1890, com a ajuda de Henry W. Oliver para estabelecer o interesse por seu projeto patenteado de vagão ferroviário de aço prensado. Schoen estabeleceu a Schoen Manufacturing Company na Cass Street, fabricando peças para vagões de carga em aço prensado como substituto para o ferro fundido mais comumente usado. Em 26 de março de 1897, ele assinou um contrato para construir 600 vagões de aço prensado para a ferrovia Pittsburgh, Bessemer e Lake Erie, atendendo o pedido em apenas nove meses e completando a expansão da fábrica de $ 500.000.

Com a explosão da demanda, Schoen comprou as usinas Allegheny da Oliver Iron and Steel e mais tarde construiu uma instalação ainda maior em McKees Rocks. Em 12 de janeiro de 1899, Schoen se fundiu com a Fox Pressed Steel Company e reincorporada como Pressed Steel Car Company. Schoen foi expulso em 1901 e, em 1909, as condições de trabalho na fábrica de McKees Rocks haviam se deteriorado a tal ponto que a instalação ficou conhecida como "Matadouro". Os trabalhadores entraram em greve em julho, e uma série de confrontos sangrentos culminou em 22 de agosto, com relatos variando entre 12 e 23 mortos.

No início da década de 1920, as instalações de Allegheny e McKees Rocks produziam 45.000 vagões de carga e mais de 750 de passageiros anualmente. A demanda por novos vagões logo diminuiu, no entanto, e na Segunda Guerra Mundial, a empresa estava enfrentando a probabilidade de fracasso. A produção de tanques Sherman M-4 durante a guerra serviu como uma tábua de salvação temporária, mas em meados da década de 1950 as fábricas de aço pressionado foram fechadas e as propriedades vendidas como espaço de armazenamento.

Pork House

A primeira identidade da localização atual da ALCOSAN pertencia à Pork House, que começou como uma taberna e ainda uísque que se expandiu ao longo dos anos para acomodar os interesses de frete e novas indústrias resultantes da Guerra Civil.

Hugh Davis, um imigrante irlandês, comprou terras que se estendem desde a margem do rio até o atual local do Riverview Park e dividiu o fundo de “Davisville” igualmente entre seus filhos. Hugh Davis, que mais tarde foi o primeiro tesoureiro de Allegheny City, construiu uma taberna de pedra e uísque ainda em sua propriedade, mas foi a adição da Whirlpool Pork House de William B. Holmes que daria ao local sua nova identidade. Em seu livro, "Old Penn Street", Agnes M. Hays Gormly relembrou uma viagem de casamento de 1823 em Sewickley passando por "Outer Depot, Pork House, Jack’s Run e Kilbuck" de carruagem. Referências posteriores aos moinhos Pork House Row, Pork House Landing e Pork House ficaram evidentes no século XX.

Em 1851, o serviço regular de passageiros começou de Allegheny a New Brighton, a 27 milhas rio abaixo. A linha mais tarde se tornaria parte da linha de Pittsburgh, Fort Wayne e Chicago, deixando a Pork House idealmente posicionada como um centro de carga entre os trilhos e o rio e chamando a atenção das crescentes preocupações industriais da região.

Originalmente parte de Pine Township e mais tarde a fronteira sul de Ross Township, esta área, adjacente à cidade de Allegheny e ao sul da nova ferrovia para Jack's Run, foi absorvida por McClure Township em 1858. Em 28 de março de 1870, foi incorporada como a Nona Divisão de Allegheny, e em 7 de dezembro de 1907, foi incluída na anexação pela cidade de Pittsburgh.

A chegada da Guerra Civil em 1861 estimulou a industrialização maciça nas cidades do norte. A Pork House foi ampliada com a construção da Refinaria de Petróleo Ardesco em 1862. Localizada ao longo do que hoje é a Rua Tracy, nas proximidades do estacionamento de funcionários da ALCOSAN, a Refinaria Ardesco foi palco de uma tremenda explosão em 18 de agosto de 1866. A explosão, causada pelo uso de ferro fraco em um alambique de refino recém-instalado, resultou na destruição da casa de destilaria da Ardesco, casa de recebimento, barrilagem e carpintaria, 10.000 barris vazios, 1.000 barris de óleo cru e 1.500 barris de óleo refinado.

Em 25 de abril de 1863, Henry W. Oliver, William J. Lewis e John Phillips entraram na fabricação de parafusos de carruagem, porcas, arruelas e meadas de dedais de vagão com o nome de Lewis, Oliver e Phillips. A empresa concluiu a construção da Excelsior Iron and Bolt Works em Birmingham (South Side) em 1864, e das fábricas inferiores da Allegheny Works, localizadas nas proximidades do que hoje são as instalações de tratamento primário da ALCOSAN, em 1866. Em 6 de agosto, 1880, a empresa se reorganizou como Oliver Bros. and Phillips, e logo depois se tornou um dos maiores fabricantes de barras de ferro dos Estados Unidos. A empresa, incorporada como Oliver Iron and Steel Co. em 9 de novembro de 1887, vendeu seus laminadores inferiores para a Schoen Pressed Steel Co. em 1897 e o restante das obras para a fabricante de vagões ferroviários em 1899.

Junção de folheado

James Verner comprou um terreno perto das fábricas da Pork House em 1864 para sua Pittsburgh Forge and Iron Company. Ele desenvolveu uma “cidade-empresa” na propriedade, e a área, incluindo uma estação ferroviária próxima, passou a ser conhecida como Estação Verner.

James Verner também comprou um terreno adjacente às fábricas da Pork House de Lewis, Oliver & amp Phillips em 1864 e organizou a Pittsburgh Forge and Iron Company, especializada na fabricação de carros martelados e eixos de locomotivas. Verner também projetou uma cidade "corporativa" na propriedade, projetando um plano de ruas e moradias para a mão de obra predominantemente estrangeira. A área, incluindo uma estação ferroviária próxima, ficou conhecida como Estação Verner e abrangia a totalidade da planta de tratamento da ALCOSAN.

Nascido na cidade de Monongahela em 1818, Verner viveu a maior parte de sua vida no Quarto Distrito de Pittsburgh. Ele foi educado no Allegheny College em Meadville e, após a conclusão da ferrovia do Vale Allegheny, construiu uma vila naquela linha também chamada de Verner Station e mais tarde Verona. Em 1841, ele se casou com Anna Murry e voltou para Pittsburgh, tornando-se sócio de uma cervejaria e, posteriormente, obtendo um alvará para a Citizens Passenger Railways Company. Em 1859, a primeira estrada de ferro puxada por cavalos a oeste de Alleghenies começou a operar entre a Penn Avenue e a 34th Street.

Com a organização da Pittsburgh Forge and Iron (abaixo), Verner se tornou o primeiro presidente da empresa, servindo por quatro anos e permanecendo na diretoria da empresa por muitos anos subsequentes. Nesse período, a expansão das ferrovias e a fabricação de vagões mais pesados ​​aumentaram tanto a demanda por eixos quanto a necessidade de mão de obra nas usinas da Pork House.

Em grande número, os imigrantes recém-chegados - italianos, poloneses e eslavos - juntaram-se aos alemães, ingleses e galeses como rolos, puddlers e trabalhadores nas fábricas de ferro e rapidamente dominaram os cortiços de Verner e Woods Run. A superlotação nos bairros densamente povoados gerou miséria e doenças. Em 1899, o Departamento de Caridade sugeriu “adotar medidas imediatas para conter a epidemia de febre tifóide que agora reina exterminando os 50 ou mais buracos de sujeira que infestam o baixo Allegheny”. Dois terços dos casos de febre tifóide eram estrangeiros que viviam em pequenas casas ocupadas por 15 a 60 internos.

Decisões e designs de amplificadores

Com a incorporação da ALCOSAN em 1946, a Autoridade começou a amostrar para determinar a extensão dos problemas de esgoto da região, e o planejamento para a estação de tratamento de águas residuais regional começou.

Em meados do ano de 1946, a Autoridade começou a realizar auditorias subterrâneas e amostragem de açude para determinar a extensão dos problemas de esgoto da região. Incluídas nessas auditorias estavam a quilometragem, capacidades e condições previamente desconhecidas dos 102 sistemas de esgoto municipais do condado. Foram escolhidos 35 locais diferentes de esgoto na amostragem preliminar, que contou com a participação de 59 municípios e 15 unidades industriais.

Os esforços de planejamento continuaram durante a primeira metade de 1947 e, em 24 de setembro, a Autoridade apresentou ao Corpo de Engenheiros do Exército um plano para instalar esgotos interceptores nos rios Youghiogheny, Monongahela, Allegheny e Ohio.

A Autoridade concluiu a amostragem preliminar em 1 de novembro de 1947. Ao todo, um fluxo médio de 65 milhões de galões por dia de uma população de cerca de 678.000 foi medido, amostrado e analisado para determinar o caráter dos resíduos provenientes de esgotos municipais e industriais.

Em 9 de fevereiro de 1948, a Autoridade divulgou o primeiro de cinco relatórios recomendando um sistema de tratamento de planta única de $ 82 milhões para Pittsburgh e as comunidades vizinhas. O relatório sugeriu o trato Verner de 48,1 acres no lado norte do rio Ohio, em frente às rochas de McKees, como um local apropriado para instalar a estação de tratamento. O sistema de coleta planejado incluiu 91 milhas de esgotos interceptores principais e 65 milhas de esgotos interceptores secundários para construção imediata.

Em 1o de março de 1948, os engenheiros consultores Metcalf & amp Eddy aprovaram o plano de tratamento de planta única e, em 2 de junho, o Sr. Laboon anunciou a aprovação formal pelo Conselho de Água Sanitária do estado. Isto abriu caminho para a Autoridade preparar e emitir acordos contratuais para os municípios e indústrias participantes.

Em outubro, o Conselho de Comissários do Condado adotou uma resolução estendendo os poderes da Autoridade para incluir a aquisição de obras de água. Em 12 de abril de 1949, o Borough of Pitcairn se tornou o primeiro município a devolver um contrato de longo prazo assinado para inclusão no plano de tratamento da Autoridade. Apenas o Monte Líbano, Ben Avon e Tarentum viriam a seguir. Como resultado do retorno decepcionante, a Autoridade negociou uma alternativa com a cidade intitulada “Projeto Z”, que eliminou 63 comunidades e baixou o custo geral para US $ 42 milhões.

Em junho de 1950, a Autoridade iniciou sondagens preliminares na área do local da estação de tratamento. Os furos indicaram uma variedade de condições subterrâneas, incluindo lodo de rio, cinzas, resíduos de carvão, areia e fundações de edifícios remanescentes dos dias de Pork House e Verner.

Em setembro, a Autoridade concluiu a construção de uma planta piloto localizada sob a ponte de alto nível Homestead. Construída para simular uma instalação totalmente projetada e testar métodos de tratamento selecionados, a planta piloto custava US $ 14.000 e tinha capacidade para tratar até 100.000 galões de esgoto por dia.

Devastação

Os rios forneciam aos proprietários das fábricas acesso conveniente aos materiais necessários para manter suas fábricas em funcionamento. No entanto, os rios tornaram-se riachos de descarte sem vida, causando uma necessidade de ênfase no meio ambiente.

A industrialização desta área desempenhou um papel comum, mas integral, na ascensão inicial de Pittsburgh como a oficina do mundo. Ao desenvolver suas indústrias ao longo dos rios da região, homens como Verner, Schoen, Carnegie e Frick garantiram acesso conveniente ao carvão e outros materiais necessários para manter suas fábricas e lucros em movimento. Os rios não eram vistos como recursos naturais, mas como artérias para fornecer recursos naturais. Como resultado, pouca preocupação foi dada quando os cursos d'água, antes cheios de vida, tornaram-se rios sem vida de descarte para essas mesmas fábricas.

Na década de 1920, a fumaça das fábricas escureceu o céu do meio-dia e cobriu a cidade com 165,8 toneladas de material particulado por milha quadrada a cada mês, igual ao peso de 100 carros. Nas áreas da fábrica, até 600 toneladas de fuligem e cinzas choveram sobre casas e empresas em um mês. Além disso, resíduos municipais e industriais, drenagem de minas e outros poluentes levaram à má qualidade da água e à disseminação de doenças.

Em 1907, Pittsburgh começou a filtrar com areia e clorar os suprimentos de água, e as taxas de febre tifóide começaram a cair. Ao mesmo tempo, a cidade e centenas de comunidades rio acima continuaram a despejar esgoto não tratado e resíduos industriais nos rios. Em meados da década de 1940, menos de 2% das descargas no rio Ohio receberam qualquer tipo de tratamento, e o Monongahela, sem vida aquática, ficou vermelho com a drenagem ácida de minas, efluentes de moinhos e outros poluentes.

A eleição de Cornelius D. Scully como prefeito em 1936 colocou uma nova ênfase nos problemas ambientais enfrentados pela cidade de Pittsburgh e pela região. Scully foi pressionada pelos jornais a agir no sentido de reverter os danos que anos de prosperidade industrial causaram à condição da cidade. Ele criou a Comissão para a Eliminação da Fumaça, abriu novos parques e se concentrou em programas para fornecer à cidade um abastecimento de água mais limpo. Com a chegada da guerra em 1941, no entanto, Scully foi forçada a deixar de lado sua campanha enquanto as fábricas da cidade eram reformadas para fornecer a máquina de guerra. A região produziu 95 milhões de toneladas de aço, 52 milhões de projéteis e 11 milhões de bombas para abastecer o esforço aliado, mas a poluição resultante transformou rios em fossas e o céu diurno em noite.

Renascimento

Após a Segunda Guerra Mundial, as agências no condado de Allegheny começaram a agir para enfrentar os desafios ambientais resultantes do boom industrial. A Conferência Allegheny sobre Desenvolvimento Comunitário liderou a tarefa de estabelecer um distrito regional de saneamento.

À medida que a guerra se aproximava do fim, os líderes civis mais uma vez retomaram a reversão de anos de destruição ambiental na região. Richard King Mellon, presidente da Associação de Planejamento Regional de Pittsburgh, gerou apoio para um comitê de planejamento do pós-guerra para servir como mecanismo de coordenação para transporte regional e esforços de melhoria ambiental. A Conferência Allegheny sobre Desenvolvimento Comunitário foi assim incorporada em 1944. Formando uma parceria com o recém-eleito prefeito David L. Lawrence, Mellon usou a Conferência Allegheny como um veículo para promover o que seria conhecido como Renascimento de Pittsburgh, uma "coalizão de crescimento" da capital , trabalho e política. Os objetivos imediatos dessa poderosa parceria incluíam a redução da fumaça, o controle de enchentes, a renovação do distrito comercial do Triângulo Dourado e o estabelecimento de um distrito regional de saneamento.

Em maio de 1945, dois desenvolvimentos moveriam o condado mais perto de abordar as questões de qualidade da água: a Lei das Autoridades Municipais da Pensilvânia de 1945, aprovada em 2 de maio, e a aplicação da Lei de córregos limpos de 1937 em PA.

A Lei das Autoridades Municipais de PA previa a incorporação de órgãos com poderes para adquirir, manter, construir, melhorar, manter e operar, possuir e arrendar propriedades destinadas a usos e receitas públicas. Esses usos incluem transporte, pontes, túneis, aeroportos, sistemas de esgoto e obras de tratamento de esgoto.

Em 17 de maio, o Conselho de Água Sanitária da Pensilvânia começou a aplicar a Lei de Córregos Limpos do PA, ordenando que 102 municípios e 90 indústrias no Condado de Allegheny preparassem planos preliminares e especificações para tratamento de esgoto. O conselho também ordenou a cessação do esgoto e das descargas industriais em maio de 1947.

Quebrando a Terra

Planos e especificações para a estação de tratamento foram desenvolvidos, e a inauguração oficial ocorreu em 4 de abril de 1956.

No final da primavera de 1951, as tentativas da Autoridade de comprar os sistemas de água da cidade e da South Pittsburgh Water Company por meio da resolução de 1948 dos comissários do condado foram oficialmente encerradas.

A Autoridade prosseguiu com o planejamento da construção da estação de tratamento e do sistema de coleta, contratando Celli-Flynn da McKeesport como arquitetos consultores para todos os edifícios da Autoridade e Michael Baker, Jr. Inc. de Rochester para fazer sondagens para oito travessias de rios interceptores.

Em agosto de 1953, os engenheiros consultores Metcalf & amp Eddy relataram que os planos e especificações para a estação de tratamento estavam concluídos. O Conselho Estadual de Água Sanitária finalmente aprovou o plano da Autoridade para um sistema de tratamento de $ 87 milhões e 63 milhas de interceptação de esgotos em 24 de junho de 1954, ordenando que o sistema fosse construído e operacional em 30 de junho de 1958. Após audiências públicas em novembro, uma licença o pedido foi submetido à aprovação do Corpo de Engenheiros.

Em 15 de fevereiro de 1955, a Autoridade recebeu a Portaria nº 40 da cidade de Pittsburgh, expressando o desejo da cidade de se tornar um membro da Autoridade. O pedido foi aprovado pela Autoridade em 17 de fevereiro, acrescentando três membros nomeados pela cidade a um conselho executivo reorganizado e nomeando Edmund S. Ruffin, Jr. como novo presidente. Com a renúncia dos membros originais em 1º de março, John F. Laboon foi nomeado diretor executivo e engenheiro-chefe.

Em 22 de agosto de 1955, os comissários aprovaram formalmente a venda de uma parte do terreno da fábrica de propriedade da cidade e do Conselho de Educação por US $ 250.000. O restante da propriedade foi posteriormente adquirido da Jones & amp Laughlin Corp. por $ 890.000. Em 4 de outubro de 1955, a Autoridade executou um empréstimo de US $ 100 milhões por meio do fiduciário Mellon National Bank & amp Trust para financiar a construção. Prestado a uma taxa de juro de 2,25%, o empréstimo foi considerado um financiamento intercalar até que as condições fossem favoráveis ​​para a emissão de obrigações financeiras de longo prazo.

A partir de 6 de dezembro de 1955, as propostas para os primeiros contratos de construção foram recebidas pela Autoridade. Ao todo, US $ 50 milhões em licitações de contratos foram abertas até o mês de dezembro. Além disso, todos os 343 proprietários envolvidos nos direitos de passagem exigidos foram contatados até o final do ano, com 26 propriedades que deverão requerer um processo de condenação. Em 1 de março de 1956, os empreiteiros começaram os primeiros estágios na construção do sistema de tratamento de águas residuais da Autoridade.

As cerimônias oficiais de inauguração em 4 de abril de 1956 começaram com um passeio de barco até o local da estação de tratamento, cortesia de Dravo. Os participantes incluíram o prefeito David L. Lawrence, o comissário do condado John J. Kane, o governador George M. Leader e outros dos níveis de governo municipal, estadual e municipal. Uma pá dourada de três cabos foi usada por Lawrence, Kane e o Diretor Executivo John F. Laboon para iniciar oficialmente o início da atividade de construção no local.


Construção

A enorme tarefa de construção da estação de tratamento e do sistema de interceptação de esgoto levou mais de três anos e exigiu centenas de trabalhadores.

Enquanto as cerimônias inovadoras estavam sendo conduzidas, empreiteiros de Dravo estavam começando o trabalho de reparação para a construção das principais artérias de interceptação. Os trabalhadores começaram a construir poços de acesso de concreto na 36th Street, em frente à Herr’s Island e na Belmont Street, logo a montante da West End Bridge. O trabalho envolveu a instalação de uma ensecadeira na extremidade upstream perto de Washington Boulevard, com a perfuração do túnel progredindo a jusante.

Em 1º de julho, uma greve de metalúrgicos atrasou o embarque de aço estrutural para o local em quase um mês. Paradas adicionais durante a construção incluíram:

    22 a 26 de junho de 1956
    Disputa entre finalizadores de cimento e carpinteiros amplificadores sobre a fixação de material de expansão


O atraso acumulado decorrente de greves trabalhistas, lentidão e boicotes durante a construção da usina foi de mais de 72 dias.

Em fevereiro de 1957, o Diretor Executivo Laboon concluiu que o peso morto da estação principal de bombeamento, conforme projetado, era insuficiente para evitar que toda a estrutura flutuasse sob a pressão hidráulica produzida sob certas condições operacionais. Furos foram perfurados na rocha inferior da escavação e barras de reforço pesadas foram usadas para ancorar o piso de concreto da estação de bombeamento. O custo da mudança foi de aproximadamente US $ 73.000.

Em abril de 1957, a Dravo Corporation concluiu a construção da parede do rio no local da planta, o primeiro contrato a ser concluído no âmbito do plano da Autoridade. O material de escavação excedente do local da estação de tratamento foi descartado a menos de uma milha de distância, nas proximidades da Avenida Benton. Agora o local dos campos de atletismo John Merry, a área foi originalmente planejada para o descarte de cinzas do incinerador assim que a planta se tornasse operacional.

Dedicação

O sistema ALCOSAN começou a operar em abril de 1959, e a estação de tratamento foi formalmente inaugurada em 1º de outubro de 1959. Os engenheiros superaram várias dificuldades operacionais iniciais e, em janeiro de 1960, a Autoridade foi nomeada para o "Prêmio de Realização de Engenharia Civil Excepcional" pelo americano Sociedade de Engenheiros Civis.

20 de março de 1958, os funcionários da Autoridade votaram unanimemente pela sindicalização, formando o Local 433 do Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Públicos da América (UWUA). Falando em uma audiência pública em 14 de maio de 1958, a respeito do despejo de resíduos no sistema de esgoto, o Diretor Executivo John F. Laboon afirmou que o rio Allegheny seria uma água pescável novamente dentro de seis meses após o sistema entrar em operação.

A construção das estações de tratamento continuou durante o inverno de 1958 e na primavera de 1959. Em 30 de abril, as anteparas foram removidas das conexões de emissários individuais e o sistema foi colocado em operação como uma estação de tratamento primária.

An initial rate schedule went into effect on June 1, 1959. Based on water usage and billed quarterly, charges were .30 per 1,000 gallons (100,000 gallons or less), with a minimum charge of $2.50 per quarter and .50 per quarter for disposals.
Initial operational difficulties included the formation of football-sized grease balls in the sewers. It was estimated that by June of 1959, four to five tons of grease had been removed from the system and trucked to the City of Pittsburgh’s incinerator before an engineered solution could be found. In addition, community complaints regarding odors emanating from the Authority’s chimney became so prevalent that, by October, the Board of Directors ordered a general shutdown of the plant’s four incinerators pending an engineering study.

Remnants of Hurricane Gracie forced the October 1, 1959, dedication of the wastewater treatment plant indoors. Referring to an investigation by Pennsylvania State Senator Frank Kopriver, Jr. into the Authority’s rates and expenditures, then Governor David L. Lawrence launched into a heated attack on “politicians who capriciously - I might say - maliciously attack such programs.” Kopriver was mayor of the City of Duquesne in 1954 and vehemently opposed that city’s participation in the Authority’s plan.

Results of Kopriver’s investigative committee failed to support his premise that the Authority’s work progressed “slowly in an inefficient and careless manner with resulting excessive expenditures and waste.” Conversely, the Republican majority stated that, “with some minor exceptions, the Authority is to be commended, and particularly Mr. Laboon for acquiring top quality construction of sewers and plant, and there is no evidence of extravagance or waste.”

On January 1, 1960, the Authority was nominated for the ”Outstanding Civil Engineering Achievement Award” by the American Society of Civil Engineers. The recognition served as a fitting punctuation for the successful planning, design, construction and initial operation of ALCOSAN’s collection and treatment system, and would set an indicative tone for the Authority’s progression and expansion into the future.


5. The Silver Swan

Silver Swan on display at England’s Bowes Museum.

The still-functional “Silver Swan” is an avian automaton originally constructed by showman James Cox and watchmaker John Joseph Merlin in 1773. Using a trio of clockwork motors, the piece recreates the scene of a preening swan floating in a babbling brook. Levers and springs allow the bird to bend its neck and open its bill with startling realism, and an assortment of camshafts and glass rods create the illusion of a moving body of water with swimming fish—one of which the swan appears to catch and eat. The machine also includes its own soundtrack provided by an internal music box. Before being purchased by Durham, England’s Bowes Museum in 1872, the Silver Swan was exhibited in James Cox’s Mechanical Museum in London and at the 1867 Paris International Exhibition. Novelist Mark Twain saw the swan during a tour of France, and later wrote that the automaton fowl had 𠇊 living grace about his movement and a living intelligence in his eyes.”


From Leonardo to da Vinci: the history of robot-assisted surgery in urology

What's known on the subject? and What does the study add? Numerous urological procedures can now be performed with robotic assistance. Though not definitely proven to be superior to conventional laparoscopy or traditional open surgery in the setting of a randomised trial, in experienced centres robot-assisted surgery allows for excellent surgical outcomes and is a valuable tool to augment modern surgical practice. Our review highlights the depth of history that underpins the robotic surgical platform we utilise today, whilst also detailing the current place of robot-assisted surgery in urology in 2011. The evolution of robots in general and as platforms to augment surgical practice is an intriguing story that spans cultures, continents and centuries. A timeline from Yan Shi (1023-957 bc), Archytas of Tarentum (400 bc), Aristotle (322 bc), Heron of Alexandria (10-70 ad), Leonardo da Vinci (1495), the Industrial Revolution (1790), 'telepresence' (1950) and to the da Vinci(®) Surgical System (1999), shows the incredible depth of history and development that underpins the modern surgical robot we use to treat our patients. Robot-assisted surgery is now well-established in Urology and although not currently regarded as a 'gold standard' approach for any urological procedure, it is being increasingly used for index operations of the prostate, kidney and bladder. We perceive that robotic evolution will continue infinitely, securing the place of robots in the history of Urological surgery. Herein, we detail the history of robots in general, in surgery and in Urology, highlighting the current place of robot-assisted surgery in radical prostatectomy, partial nephrectomy, pyeloplasty and radical cystectomy.


A Brief History of Robot Birds

Our recent post on the history of the cuckoo clock inspired some research into other examples of early, non-timekeeping robot birds. For centuries, birds–pigeons and canaries in particular–have been a popular subject for inventors and engineers experimenting with early mechanical systems and robotics. Take, for example, Bubo, the ancient clockwork owl seen in the 1981 film Clash of The Titans. Bubo was forged by Hephaestus to aid Perseus in his quest and Bubo was, of course, purely fictional. There were however, real avian automatons in real ancient Greece.

The earliest example dates to 350 B.C.E. when the mathematician Archytas of Tarentum, who some credit with inventing the science of mechanics, is said to have created a mechanical wooden dove capable of flapping its wings and flying up to 200 meters, powered by some sort of compressed air or internal steam engine. Archytas’ invention is often cited as the first robot, and, in light of recent technological advancements, perhaps we could even consider it to be the first drone the very first machine capable of autonomous flight. Very few details are actually known about the ancient mechanical dove, but it seems likely that it was connected to a cable and flew with the help of a pulley and counterweight. This early wind-up bird was chronicled a few hundred years later in the pages of a scientific text by a mathematician, Hero of Alexandria.

Three examples of pneumatic birds designed by Hero of Alexandria (image: The Pneumatics of Hero von Alexandria)

In his treatise on pneumatics, Hero also outlined his own designs for several different types of artificial birds that could move and sing in response to flowing water that pushed air through small tubes and whistles concealed within his carved birds. From these basic designs, the interest and intrigue surrounding mechanical birds, and automatons in general, only grew as the centuries passed.

inset: da Vinci’s sketch of a mechanical bird. main image: a 19th century toy based on a similar design (image: Leonardo’s Lost Robots)

It’s well known that Leonard da Vinci was fascinated by the idea of human flight. He obsessively observed the motion of birds in flight and created dozens of designs for flying machines of all shapes and sizes – from bat-winged gliders to corkscrew helicopters. He dissected and diagrammed bird wings in efforts to unlock the secrets of flight, recording everything in a codex dedicated to flight written in the early 16th century. Around that same time, da Vinci used what he learned to create a mechanical bird for a stage production. The bird was by all accounts a relatively simple thing that flapped its wings via a mechanism activated as it descended down a cable. During da Vinci’s day, such high-wire birds were used in Florence as part of the “Scoppio del Carro” tradition, during which a mechanical dove known as the “Columbina” is used to help ignite a cart of fireworks as a way to ring in the Easter Holiday. The tradition continues today. In the incredibly entertaining but historically dubious television series “Da Vinci’s Demons,” the titular artist creates a highly elaborate mechanical dove that bares more of a resembles to Haphaestus’s Bubo than to a simple theatrical prop:

Leonardo da Vinci’s Columbina from “Da Vinci’s Demons” (image: Da Vinci’s Demons)

Perhaps the most famous mechanical bird appeared during the 18th century when French inventor Jacques de Vaucanson astounded the public with a duck that could quack, rear up on its legs, bow its neck, flap its wings, drink, eat, and, most impressive, poop. As they say, if it looks like a duck, swims like a duck, and quacks like a duck, then it’s probably a duck – unless it’s a robot, that is. Vaucanson charged a steep fee to witness his famous clockwork canard and the gold-plated duck quickly became the talk of France, even earning the acknowledgment of Voltaire, who wryly commented, “without the shitting duck of Vaucanson, there would be nothing to remind us of the glory of France.”

Jacques de Vaucanson’s digesting duck (image: wikimedia commons)

Vaucanson alleged that his creation used a complex system of artificial bowels filled with chemicals to “digest” the grain, then evacuate it through the duck’s mechanical sphincter (there’s a phrase I never thought I’d write). While it made Vaucanson famous and was surely a hit at parties, the duck’s digestion digestion was a hoax – though still quite impressive. In reality, it used an elaborate mechanical system concealed in the podium wherein grain was collected in one chamber and artificial excrement made of dyed breadcrumbs was released from another. However, the hoax was not revealed for more than 100 years. Long after the digesting duck had been forgotten, it was re-discovered in a pawnshop attic, repaired by Swiss clockmaker, and eventually fell into the hands of magician Jean-Eugène Robert-Houdin, the man from whom Houdini took his name, before disappearing once again in the late 19th century. Robert-Houdin was also a clockmaker who used his talent to create several of his own elaborate automata.

One of Robert-Houdin’s “teaching” automatons (image: Maison de la Magie)

To perfect his mechanical birds, Robert-Houdin spent his days climbing trees and listening to bird songs, trying to reproducer them on his own. The next step was to create a whistle tuned to a specific birdsong, then figure out a system to play the whistle while animating the bird’s beak and wings in sync with the sound. Houdin then took his mechanical bird a step further. He created an innovative combination of automata that included both a basic android –more specifically, a mechanical woman– and a mechanical canary. The “woman” cranked a serinette –a type of music box often used by real people to teach real canaries to sing– that played a song the canary would then imperfectly imitate. The process was repeated: the woman cranked the serinette again, but on the second turn, the canary’s imitation improved. The process continued until the canary “learned” the song and could reproduce it perfectly. Robert-Houdin’s automaton not only reproduced a song, but also the apparent learning of a song.

There were many other different types of automata built during the centuries that these early robot birds were crafted, but these early robot birds were both displays of technological savvy and reflections of trends (training canaries was all the rage in 19th century France), as well as expressions of man’s efforts to understand and to master the natural world. Our fascination with the mechanics of bird and birdsong continues to this day. In our next post, we’ll look at some of the more recent bird-machine hybrids.


Seven Springs timeline

Os boletins diários e semanais por e-mail do TribLIVE entregam as notícias que você deseja e as informações de que você precisa, direto na sua caixa de entrada.

The 74-year bloodline linking the Dupre family to Seven Springs Mountain Resort was severed Monday, with the sale of the mountain playground to the Nutting family, which owns the Wheeling, W.Va.-based Ogden Newspapers chain.

• 1932 -- In the midst of the Great Depression, German-born forester Adolph Dupre has a dream to carve out his own slice of Bavaria in the wooded hills and stream-lined valleys of Southwestern Pennsylvania. Adolph and his wife, Helen, cobble together $13 to buy about 2.5 acres of land that was being sold for taxes in Somerset County. Dupre rebuilt an aging farmhouse that he dubbed the Bavarian Cabin. The couple had three children, sons Phillip and Herman and a daughter, Luitgarde Dupre.

• 1935 -- The Dupres earn money by selling timber and producing maple syrup. Helen Dupre decides the site would be ideal for a ski area. Snow enthusiasts glide down the slopes of "Seven Springs Farm" with wooden planks, bound with leather, as makeshift skis.

• 1937 -- Dupre family opens the farm to the public for skiing on slopes and trails. Helen convinces Adolph to build a mechanical rope tow powered by an old Packard auto engine --- the first rope tow outside of Vermont.

• 1938 -- A private club comprising 30 members is formed. The Seven Springs Club grows steadily, as families and friends spread the word about the year-round activities at the farm.

• 1948 -- Seven Springs Farm grows to almost 5,000 acres. All food at Seven Springs is grown and raised on the farm, under supervision of Helen Dupre. Streams are stocked with trout from the Dupres' hatchery. Adolph and Helen Dupre are featured in Redbook magazine.

• 1960 -- A double chairlift and the first snowmaking system, designed and built by Herman Dupre, is put into operation. By making their own snow, the Dupres could supplement marginal snowfalls and extend the ski season.

• 1967 -- Seventy-three guest rooms are added to the main lodge an 18-hole golf course is finished two years later.

• 1970s-1980s -- Ski lodge expands and more dining facilities, an exhibit hall and tennis courts are added. More than 600 condominiums and townhomes -- the Village at Seven Springs -- are built and sold.

• 1998 -- Seven Springs announces proposed sale of the resort to Booth Creek Ski Holdings Inc., headed by George Gillett Jr., who offers $92.5 million. Proposed deal sparks intra-family conflict, as some members oppose the sale and go to court to keep resort in the Dupre family.

• 1999 -- Weary of an ongoing legal battle, Gillett pulls out of the deal.

• 2001 -- Resort announces it will build a Bavarian Village with 17 shops, taverns, restaurants, hotel, condominiums, a small amphitheater and flower gardens, all connected by cobblestone streets --- the centerpiece of a $230 million, five-year development plan.

• 2002 -- Pennsylvania Supreme Court rules that buy-sell agreements do not extend to corporate mergers, essentially allowing a majority of the resort's shareholders the right to sell the resort.

• 2005 -- Seven Springs officials confirm that an application will be submitted to the Pennsylvania Gaming Board seeking a license for up to 500 slot machines.

• 2006 --- Plan for a slots casino at the resort gets public approval at a state Gaming Control Board hearing. The $20 million project includes $5.4 million for construction of a 26,900-square-foot casino adjacent to the conference center.

Apoie o jornalismo local e ajude-nos a continuar cobrindo as histórias que são importantes para você e sua comunidade.


The most infamous murderers and massacres in Pa. history

Some crimes are so heinous that they gain statewide or even national notoriety. Here are a list of some of the most horrendous in Pennsylvania history, whether they be crimes of passion or calculated killings.

In 1878, Charles Drews, Frank Stichler, Henry F. Wise, Josiah Hummel, Israel Brandt and George Zechman conspired to murder Joseph Raber. Raber was 65 years old and surviving largely on charity, and the six men (each of whom had blue eyes) agreed to take care of him, but only to arrange for $8,000 of life insurance policies for Raber, which they then tried to collect.

The six may have gotten away with the murder if a witness to the crime hadn't come forward. Zechman was acquitted, but the other five were found guilty and executed by hanging.

In 1934, Elmo Noakes, his niece Winifred Pierce and Noakes' three daughters arrived in Pennsylvania from California with no job or money. The three children were found dead on Nov. 24, and it is believed that Noakes killed them in order to prevent them from starving. On the same day, Noakes killed Pierce and then himself.

AP Photo/Mary Altaffer, File

West Nickel Mines School Shooting

In 2006, Charles Carl Roberts IV invaded an Amish school house near Lancaster, taking 10 female students hostage and barricading himself inside of the building with him. After police arrived, he shot eight girls, killing five, before killing himself.

In the aftermath of the French and Indian War, antagonism grew between the native tribes and the European settlers who were encroaching on their territory on the Pennsylvania frontier. The settlers organized behind Reverend John Elder, whom they nicknamed the "Fighting Parson" for his tendency to preach with a rifle at his pulpit.

Eventually, a group of vigilantes dubbed the Paxton Boys would attempt to ensure their safety via the murder of the native Conestoga people living near present-day Millersville. The Conestoga had lived in peace with settlers for decades, and many had been converted to Christianity, but they were blamed regardless. Six were killed and scalped and the settlement was burned.

The survivors were taken into protective custody by governor John Penn, but that didn't stop the Paxton Boys from breaking in and murdering six adults and eight children.


Assista o vídeo: LINHA DO TEMPO (Setembro 2022).


Comentários:

  1. Obiareus

    Disse em confiança, minha opinião é evidente. Eu aconselho você a tentar pesquisar no google.com

  2. Lex

    Entre nós falando, eu pediria a ajuda para os usuários deste fórum.

  3. Taggart

    Certamente. Eu junto disse tudo acima. Podemos nos comunicar sobre este tema. Aqui ou em PM.

  4. Tylar

    Concordo com todos os itens acima. Vamos discutir esta questão. Aqui ou no PM.

  5. Vick

    Sua frase é linda



Escreve uma mensagem

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos