Novo

10 coisas que você pode não saber sobre os Pinkertons

10 coisas que você pode não saber sobre os Pinkertons


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

1. Seu fundador se tornou um detetive por acidente.

Em 1842, Allan Pinkerton imigrou para a área de Chicago e abriu uma tanoaria, ou empresa de fabricação de barris. Sua carreira de detetive começou apenas cinco anos depois, quando ele se deparou com um bando de falsificadores enquanto procurava madeira em uma ilha no Rio Fox. O escocês fez vigilância informal sobre a gangue e foi saudado como um herói local depois de ajudar a polícia a fazer prisões. “O caso estava na boca de todos”, escreveu ele mais tarde, “e de repente me vi chamado em todos os quadrantes para tratar de assuntos que exigiam habilidade de detetive”. Pinkerton logo ganhou um cargo como xerife de uma pequena cidade. Ele foi trabalhar como o primeiro detetive de polícia de Chicago e como agente dos Correios dos EUA. Por volta de 1850, ele abriu a empresa de investigação privada que se tornou a Pinkerton National Detective Agency.

2. Os Pinkertons inspiraram o termo "detetive particular".

A agência Pinkerton fez seu nome pela primeira vez no final da década de 1850 para caçar bandidos e fornecer segurança privada para ferrovias. À medida que o perfil da empresa crescia, seu logotipo icônico - um olho grande e sem piscar acompanhado do slogan "Nós nunca dormimos" - deu origem ao termo "detetive particular" como apelido para detetives.

3. Eles contrataram a primeira detetive do país.

Em 1856, a viúva Kate Warne, de 23 anos, entrou no escritório de Pinkerton em Chicago e solicitou um emprego como detetive. Allan Pinkerton hesitou em contratar uma investigadora, mas cedeu depois que Warne o convenceu de que ela poderia “descobrir segredos em muitos lugares aos quais era impossível para os detetives do sexo masculino obterem acesso”. Fiel à sua palavra, Warne provou ser um especialista em trabalhar disfarçado, uma vez prendendo um ladrão ao se aproximar de sua esposa e convencê-la a revelar a localização do saque. Durante outro caso, ela conseguiu que um suspeito fornecesse informações cruciais, disfarçando-se de adivinhadora. Mais tarde, Pinkerton listaria Warne como um dos melhores investigadores que ele já contratou. Após sua morte em 1868, ele até a enterrou no terreno de sua família.

4. Os Pinkerton podem ter frustrado uma tentativa de assassinato de Abraham Lincoln.

Pouco antes da primeira posse de Abraham Lincoln em março de 1861, Allan Pinkerton viajou para Baltimore em uma missão para uma empresa ferroviária. O detetive estava investigando rumores de que simpatizantes do sul poderiam sabotar as linhas ferroviárias para Washington, DC, mas enquanto reunia informações secretas, ele descobriu que uma cabala secreta também planejava assassinar Lincoln - então em uma excursão de alerta - enquanto ele trocava de trem em Baltimore a caminho da capital.

Pinkerton imediatamente rastreou o presidente eleito e informou-o do suposto complô. Com a ajuda de Kate Warne e vários outros agentes, ele providenciou para que Lincoln embarcasse secretamente em um trem noturno e passasse por Baltimore várias horas antes de sua programação publicada. Operativos de Pinkerton também cortaram linhas telegráficas para garantir que os conspiradores não pudessem se comunicar uns com os outros, e Warne fez Lincoln se passar por seu irmão inválido para encobrir sua identidade. O presidente eleito chegou em segurança a Washington na manhã seguinte, mas sua decisão de contornar Baltimore o viu satirizado e rotulado de covarde pela imprensa. Enquanto isso, nenhum dos supostos assassinos jamais foi preso, levando alguns historiadores a concluir que a ameaça pode ter sido exagerada ou mesmo inventada por Pinkerton.

5. Eles espionaram para o Exército da União durante a Guerra Civil.

Allan Pinkerton foi um abolicionista convicto e homem da União e, durante a Guerra Civil, organizou um serviço secreto de inteligência para o Exército do Potomac do general George B. McClellan. Operando sob o nome de E.J. Allen, Pinkerton montou anéis de espionagem atrás das linhas inimigas e se infiltrou em grupos simpatizantes do sul no Norte. Ele até fez com que agentes entrevistassem escravos fugitivos para colher informações sobre a Confederação. A operação produziu resmas de inteligência, mas nem todas se mostraram precisas. Um famoso passo em falso ocorreu durante a Campanha da Península de 1862, quando Pinkerton relatou que as forças confederadas ao redor de Richmond tinham mais do que o dobro de seu tamanho real. McClellan acreditou na informação falha e, apesar de superar os rebeldes por uma grande margem, ele atrasou seu avanço e fez repetidas chamadas de reforços.

6. Os Pinkertons criaram um dos primeiros bancos de dados criminais do mundo.

Uma das muitas maneiras pelas quais os Pinkertons revolucionaram a aplicação da lei foi com sua chamada "Galeria dos Rogues", uma coleção de fotos e histórias de casos que a agência usou para pesquisar e acompanhar os homens procurados. Juntamente com a observação das marcas e cicatrizes dos suspeitos, os agentes também coletaram recortes de jornais e geraram fichas policiais detalhando suas prisões anteriores, associados conhecidos e áreas de especialização. Uma biblioteca criminal mais sofisticada não seria montada até o início do século 20 e o nascimento do FBI.

7. Os Pinkertons guerrearam com Jesse James e sua gangue.

Durante a era da expansão da fronteira, as empresas expresso e ferrovias frequentemente empregavam os Pinkerton como caçadores de recompensas do Velho Oeste. A agência notoriamente se infiltrou na gangue Reno - perpetradores do primeiro roubo de trem do país - e depois perseguiu Butch Cassidy e seu Wild Bunch. Os Pinkerton geralmente pegavam seu homem, mas na década de 1870, eles passaram meses envolvidos em uma caçada infrutífera aos ladrões de banco Jesse e Frank James. Um de seus agentes foi assassinado enquanto tentava se infiltrar na gangue dos irmãos com base no Missouri, e outros dois morreram em um tiroteio.

A caçada chegou a um fim sangrento em 1875, quando os Pinkertons lançaram um ataque à casa da mãe dos irmãos James em Clay County, Missouri. Frank e Jesse não foram encontrados em lugar nenhum - eles foram avisados ​​- mas os Pinkerton começaram uma discussão com sua mãe, Zerelda Samuel. Durante o confronto, um membro do grupo de detetives jogou um dispositivo incendiário pela janela de Samuel, explodindo parte de seu braço e matando o meio-irmão de 8 anos dos irmãos James. O ataque fracassado virou a opinião pública contra os Pinkerton. Depois de ver seus detetives denunciados como assassinos nos jornais, Allan Pinkerton relutantemente cancelou sua guerra contra a gangue de James. Jesse iria escapar das autoridades por mais sete anos antes de ser morto pela bala de um assassino em 1882.

8. Eles desempenharam um papel no infame Homestead Mill Strike de 1892.

Junto com suas façanhas no Velho Oeste, os Pinkerton também tinham uma reputação mais sinistra como a ala paramilitar dos grandes negócios. Os industriais os usaram para espionar sindicatos ou atuar como guardas e fura-greves, e os detetives entraram em confronto com os trabalhadores em várias ocasiões. Durante uma greve de 1892 pela Associação Amalgamada de Trabalhadores do Ferro e do Aço, a Carnegie Steel Company pagou cerca de 300 Pinkertons para atuar como segurança em sua usina em Homestead, Pensilvânia. Depois de chegar à fábrica por meio de barcaças fluviais, os agentes se enfrentaram a milhares de trabalhadores em greve em uma batalha de um dia inteiro travada com armas, tijolos e até dinamite. Quando os Pinkertons, em menor número, finalmente se renderam, pelo menos uma dúzia de pessoas estavam mortas e várias outras feridas. As consequências da confusão incapacitaram o sindicato do aço, mas muitos também rotularam os Pinkerton como “bandidos contratados”, levando vários estados a aprovar leis que proíbem o uso de guardas externos em disputas trabalhistas.

9. Os Pinkertons já foram maiores do que o Exército dos EUA.

Depois que Allan Pinkerton morreu em 1884, o controle de sua agência caiu para seus dois filhos, Robert e William. A empresa continuou a crescer sob sua supervisão e, na década de 1890, contava com 2.000 detetives e 30.000 reservas - mais homens do que o exército permanente dos Estados Unidos. Temendo que a agência pudesse ser contratada como um exército mercenário privado, o estado de Ohio posteriormente baniu os Pinkerton.

10. A agência ainda existe hoje.

No início do século 20, as funções de combate ao crime dos Pinkerton foram amplamente absorvidas pelas forças policiais locais e agências como o FBI. A empresa viveu como empresa de segurança privada e serviço de guarda, no entanto, e ainda opera hoje com o nome abreviado de "Pinkerton".


10 coisas que você pode não saber sobre o Outer Banks NC

Você pode saber um pouco ou muito sobre Outer Banks da Carolina do Norte, mas o quanto você REALMENTE sabe? Confira alguns desses fatos menos conhecidos sobre o OBX.

Com sorte, você aprenderá algo novo para compartilhar com sua família e amigos em sua próxima viagem para Outer Banks. Isso contribui para uma grande discussão ou perguntas e respostas para ajudar a passar o tempo em trânsito para o seu destino de férias na praia OBX.

1. A primeira casa de campo de praia foi construída em Nags Head na década de 1830.

Os proprietários de plantações ansiavam por escapar dos longos, quentes e úmidos verões da Carolina do Norte no continente. O primeiro proprietário de plantação veio para Nags Head na década de 1830 e comprou 200 acres de terra onde a primeira casa de praia foi construída em Outer Banks.

2. As águas da costa da Carolina do Norte são consideradas o Cemitério do Atlântico.

Infame por tempestades violentas, águas traiçoeiras e muitos naufrágios, as águas locais ao largo da costa são frequentemente chamadas de Cemitério do Atlântico.

Na verdade, existem mais de 600 navios naufragados nesta região desde o século 16, tornando-a um ponto quente para mergulhadores. Quem sabe quanto tesouro ainda resta para ser encontrado?

3. O Farol do Cabo Hatteras tem 208 pés de altura e mais de 12 andares.

Com listras pretas e brancas em espiral de cima para baixo. O Cabo Hatteras é o farol de tijolos mais alto da América.

4. O Serviço de Salvamento dos Estados Unidos foi fundado em Outer Banks da Carolina do Norte e foi o precursor da Guarda Costeira dos EUA.

A construção de uma rede de sete postos de salvamento foi iniciada em 1874 ao longo de Outer Banks, em pontos considerados de maior perigo para os navios oceânicos.

Muitas dessas estações de salvamento trabalharam em conjunto com faróis OBX. O resto é história!

5. O Point é o ponto mais distante a leste nas Outer Banks e mais próximo da Corrente do Golfo.

A parte mais oriental do OBX é Cape Point na Ilha de Hatteras, lar do Farol de Hatteras. Também é indiscutivelmente um dos melhores, senão o melhor, pontos de pesca em Outer Banks. Por falar em pesca, você sabia que, de acordo com a International Gamefish Association, Outer Banks e as Ilhas Virgens são os lugares mais prováveis ​​para se pescar Marlin Azul do Atlântico, pesando mais de 1.000 libras? Agora você tem.

6. Parte do mistério (ou talvez uma pista?) Da Colônia Perdida na Ilha Roanoke é que uma única palavra foi encontrada esculpida em uma árvore: Croatoan.

O que isso significa? Bem, especula-se que a colônia desaparecida seguiu em frente, foi atacada, foi ultrapassada pelos índios croatanos. Até hoje, ainda não sabemos.

7. Os piratas percorriam as águas do Atlântico e as costas de Outer Banks - e um dos mais famosos foi Edward Teach, também conhecido como Barba Negra.

Barba Negra tem muitas lendas em torno dele e de seu navio, o Vingança da Rainha Anne. Ele é provavelmente o pirata mais conhecido que Outer Banks já viu.

Em 22 de novembro de 1718, ele foi morto pelo tenente Robert Maynard da Marinha Real, na enseada de Ocracoke. É melhor você relembrar seus conhecimentos sobre os lendários piratas de Outer Banks antes de sua próxima viagem, seu imundo marinheiro.

8. O OBX tem 200 milhas de comprimento e inclui 16 cidades e vilas.

320 quilômetros de bancos de areia, o quão ruim isso pode ser? Nossa ilha barreira inclui 16 cidades e vilas: Avon, Buxton, Corolla, Duck, Frisco, Hatteras, Kill Devil Hills, Kitty Hawk, Manteo, Nags Head, Ocracoke, Rodanthe, Salvo, Southern Shores, Wanchese e Waves.

9. A primeira criança inglesa nascida no Novo Mundo nasceu em Outer Banks.

1597 é o ano e Virginia Dare é o nome dela. Virginia nasceu na Ilha Roanoke. O condado de Dare recebeu o nome dela. A história dela é fascinante, assim como a lenda que a acompanha, com certeza.

(P.S. Há rumores de que o fantasma dela ainda permanece aqui.)

10. O OBX é conhecido como a Capital do Windsurf da Costa Leste.

Com certeza é! Graças aos ventos constantes, um clima temperado, águas rasas e sonoras e ondas do oceano, os windsurfistas conseguem aperfeiçoar suas embarcações (isto é, suas embarcações) durante todo o ano nas Outer Banks.

A velocidade do vento é em média de 11-15 milhas por hora em uma base consistente, atraindo todos, desde os iniciantes até os windsurfistas profissionais, às nossas praias. Você encontrará muitos outfitters OBX prontos para ajudá-lo a começar. Eles oferecem aulas, clínicas, além de aluguel e venda de equipamentos.


Por que cobrir apenas a história e a cultura negra na França?

Antes de começar, sejamos claros:

É importante reconhecer que os negros - sejam da África, do Caribe ou de outro lugar, ou nascidos na França - estão longe de ser a única minoria na França. Muitos outros grupos e culturas influenciaram a cultura francesa, e esses grupos e culturas, infelizmente, também sofreram discriminação e, às vezes, violência. A história de cada grupo é complexa e rica, e planejamos nos concentrar neles em postagens futuras.

O motivo pelo qual estamos nos concentrando nos negros na França nesta postagem é o que está acontecendo no mundo agora. Não se trata de apagar outras comunidades.

Se você gostaria de ter uma ideia de outros grupos que enfrentam discriminação na França hoje - seja por raça / etnia, religião ou orientação ou identidade sexual, um bom lugar para começar é o site SOS Racisme.

Outro excelente recurso para aprender sobre a história de grupos que vieram de outros países para a França é o site do Musée National de l’Histoire de l’Immigration, que oferece uma série de documentos e vídeos que você pode ler e assistir gratuitamente.

E, claro, você também pode fazer uma busca geral por organizações ou história relacionada a grupos específicos que lhe interessam, junto com a palavra “França”.

E agora, sem mais delongas ...


10 fatos interessantes que você pode não saber sobre o Milagre no Gelo

Bem, de vez em quando, isso acontece na vida de um jornalista esportivo. Eu fiz uma história para a SI esta semana sobre Bob Costas e Al Michaels. E para pesquisar a história, perguntei se eles poderiam me enviar um DVD do jogo de hóquei olímpico de 1980 entre os EUA e a União Soviética - o jogo & quotVocê acredita em milagres? & Quot. E eles fizeram. Claro, eu vi pedaços desse jogo muitas vezes desde 1980 - todos nós vimos - mas eu não vi o jogo real, do começo ao fim (com comentários extras de Jim McKay), desde que eu tinha 13 anos de idade .

Assistir aquele jogo (mais de uma vez) foi incrível. E me inspirou a escrever 10 coisas que você pode ou não saber sobre o Milagre no Gelo. Você provavelmente conhece a maior parte dessas coisas. Mas é divertido apenas lembrar.

10. O jogo não foi transmitido ao vivo. Bem, isso não é exatamente certo. foi transmitido ao vivo pela TV canadense, então algumas pessoas perto da fronteira viram ao vivo. Mas a maior parte do país - quase todo o país, na verdade - viu isso no retardo da fita, no horário nobre. O jogo terminou menos de uma hora antes de ser transmitido.

Engraçado, muitas pessoas ainda pensam que viram o jogo ao vivo. Mas eu sei que uma das minhas memórias mais fortes - confirmada pela fita - era de McKay dizendo que era um atraso de fita e que se mesmo uma pessoa não soubesse o resultado, bem, ele não seria o único a quebrar o notícia. Tenho visto pesquisas ao longo dos anos que sugerem que a maioria das pessoas que assistem ao jogo na televisão não sabe o resultado. Eu sei que meu pai e eu não. Isso mostra há quanto tempo 1980 era em termos de tecnologia. Não há como você manter isso em segredo agora.

9. Havia uma celebridade na multidão - ou pelo menos apenas uma celebridade que as câmeras ABC mostraram. Isso foi: Jamie Farr. (Para quem é muito jovem para se lembrar, ele interpretou Klinger em M * A * S * H.) "Jamie Farr foi definitivamente a maior celebridade que vi na multidão", diz Michaels. O interessante é que as câmeras ABC focaram em Farr por uns bons 10-20 segundos, mas nunca disseram quem ele era ou por que as câmeras estavam travadas nele. Ele era tão famoso. * Hoje em dia, você sabe que eles teriam enviado um repórter de linha lateral para falar com ele. Em muitos aspectos, a televisão era melhor naquela época.

* Uma vez eu deixei Jamie Farr muito bravo. Escrevi uma coluna há alguns anos zombando da relativa falta de poder de celebridade que eles tiveram em um torneio de golfe & quotcelebrity & quot em Kansas City. Uma das celebridades - uma adição de última hora - foi Jamie Farr. Bem, ele parecia pensar que eu estava zombando de sua falta de celebridade e me deixou uma série de mensagens de correio de voz muito raivosas que, depois de um tempo, soaram como seu currículo (agora sei que ele estava em & quotBlackboard Jungle & quot e ele tem uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood). Na verdade, eu não estava tentando zombar de Farr (afinal, ele foi uma das poucas celebridades que realmente apareceu para o torneio) e coloquei isso na minha coluna no dia seguinte. Ele ligou de volta para dizer que não estava mais bravo.

8. Você deve saber que Michaels encerrou o jogo com o ex-goleiro do Montreal Canadiens Ken Dryden. Você pode não saber que um dia antes do jogo - um dia antes - Dryden pediu para que um serviço de automóveis o levasse a Toronto, onde ele fez o exame de ordem canadense. E ele passou. Sim, está certo. Ken Dryden passou na barra um dia antes do Milagre no Gelo.

7. Michaels conseguiu o emprego como locutor do hóquei olímpico porque era o único locutor no rodízio da ABC que já havia convocado um jogo de hóquei. O interessante: ele havia chamado exatamente um jogo. E aquele jogo foi o jogo de hóquei de 1972 entre a URSS e a Tchecoslováquia em Sapporo, Japão. Na verdade, ele estava trabalhando para a NBC na época. Os soviéticos venceram por 5-2 e conquistaram o ouro. E a única razão pela qual Michaels convocou ESSE jogo é porque ele se tornou um fã de hóquei e ninguém mais queria fazer isso.

6. Eric Heiden ganhou cinco medalhas de ouro nas Olimpíadas de 1980 * (mais tarde se tornou médico e agora é médico da equipe de patinação de velocidade dos EUA). Mas mesmo como a maior estrela dos Jogos, ele não conseguiu um ingresso para o jogo de hóquei EUA-União Soviética. Então a ABC o colocou atrás de Michaels e Dryden em uma pequena plataforma. Ele não podia ver muito bem, mas estava no prédio, o que aparentemente era tudo o que ele queria. E Michaels tem essa imagem clássica depois que os EUA ganharam o jogo de se virar e ver a alegria no rosto de Eric Heiden.

* Você pode não saber disso, mas Heiden também é membro do Hall da Fama do Ciclismo dos EUA.

5. Os EUA, notoriamente, conseguiram um gol barato a um segundo do fim no primeiro período, quando o lendário Vladislav Tretiak desistiu de um rebote terrível e o centro dos EUA Mark Johnson acertou o disco. Esse gol fez mais do que apenas empatar o jogo em 2-2. O técnico soviético Viktor Tikhonov ficou tão furioso que ele imediatamente retirou Tretiak. E quando ele puxou o Tretiak, teve um grande impacto nas esperanças dos EUA. "Ficamos maravilhados com Tretiak", disse o capitão americano Mike Eruzione.

Mas é interessante. até ver o jogo novamente, não percebi como aconteceu. Ainda faltava um segundo para o período, é claro, e os soviéticos já haviam se encaminhado para o vestiário. Eles não queriam voltar para o confronto inútil de um segundo. Mas eles tiveram que voltar e, eventualmente, enviaram uma equipe de concha - três jogadores e um goleiro. E o goleiro era o goleiro reserva Vladimir Myshkin. Então, naquele momento, parecia que Tikhonov havia apenas puxado Tretiak para aquele confronto sem sentido. Ninguém realmente pensou que ele tinha PUXADO Tretiak para sempre.

Mas com certeza, o segundo período começou e Vladimir Myshkin foi o gol em vez de Tretiak.

"Não sei qual foi o motivo", Tretiak me disse mais de 20 anos depois do jogo. “É um grande segredo. Pergunte ao meu treinador. Eu ainda não sei.

4. Ken Morrow foi a cola para a equipe de 1980. um defensor que fica em casa que limpa o disco e estabiliza o navio e assim por diante. Você sabe que assim que ele e a equipe olímpica de 1980 ganharam o ouro, Morrow foi jogar pelos New York Islanders. E. os Islanders ganharam a Copa Stanley. Na verdade, os Islanders ganharam as quatro Copas Stanley seguintes. Conheci Morrow só um pouquinho - ele mora em Kansas City - e é um dos melhores caras do mundo. Ele vai falar sobre a vida encantadora que ele levou.

“Foi como por que eu?” ele diz. & quotMas no bom sentido. & quot

3. A memória, claro, é da multidão dos EUA enlouquecendo. Você vai ouvir as pessoas dizerem que foi um dos edifícios mais barulhentos da história do esporte americano. E, no final, foi definitivamente alto. Mas a verdade é que durante a maior parte do jogo a multidão ficou bastante quieta. Na verdade, há um momento no terceiro período em que Michaels diz: & quotAgora, finalmente, a multidão ganha vida. & Quot

"Você tem que entender", diz Michaels, "até que Johnson marque aquele gol de empate no terceiro período, realmente não havia muito o que comemorar."

Ele está certo. O segundo período foi totalmente dominado pelos soviéticos. Os soviéticos marcaram um gol no início do segundo período para fazer o placar de 3-2. E então eles atacaram o goleiro americano Jim Craig. Os EUA conseguiram apenas dois chutes a gol durante todo o período (os soviéticos tinham 12), e o placar poderia facilmente ter sido 4-2 ou 5-2 no final daquele período. Lembre-se de que os soviéticos eram os grandes favoritos. todos na multidão perceberam que a qualquer momento poderiam marcar três, quatro ou cinco gols rápidos e zombar do jogo. Assim, a multidão foi subjugada até que Johnson marcou o gol da empate a 12 minutos do fim. E então, é como se o mesmo pensamento atingisse todas as pessoas na multidão (e o país) de uma só vez: & quotBoa vaca, os EUA poderiam realmente GANHAR ESTE JOGO & quot.

2. Michaels diz que se ele tivesse inventado sua famosa frase antes - & quotVocê acredita em milagres? Sim! & Quot - ele nunca teria dito isso. O que você precisa entender sobre Michaels é que ele é um profissional pró. Obtenha os nomes certos. Faça a ação certa. Nunca pule a arma. Nunca diga o que você não sabe. Esse é o seu projeto. Essa é a vida dele. E Michaels acredita que, se ele tivesse pensado na frase antes, ele a teria descartado porque, em sua cabeça, pareceria chauvinista ou cafona ou ambos.

Mas ele não pensou na linha antes. ele estava dando início ao jogo e a palavra "milagroso" surgiu em sua cabeça. Isso é o que era. Milagroso. Os soviéticos eram o maior time de hóquei do planeta. melhor do que as equipes da NHL. A equipe dos EUA era um bando de universitários. Isso não poderia estar acontecendo. Milagroso. E quando o disco saiu com cinco segundos para terminar - & quotQue sorte tive que o disco saiu, & quot, Michaels diria - as palavras simplesmente saíram dele. Você acredita em milagres? Sim!

Anos mais tarde, Michaels refaria o comentário sobre o hóquei para o filme "Milagre". Mas quando se tratou daquela linha final e memorável - provavelmente a chamada mais famosa da história dos esportes americanos - eles usaram a gravação original. “Eu não poderia fazer aquela linha de novo”, diz Michaels. & quotDe jeito nenhum. & quot

1. Isso está na história de Michaels-Costas, mas vale a pena repetir aqui. Michaels não saiu simplesmente depois que o jogo acabou. Ele chamou o jogo de hóquei Finlândia-Suécia. Então, embora ele, é claro, entendesse o quão grande foi a vitória dos EUA, ele não sabia da reação da nação, sem saber da forma como os americanos invadiram as ruas de Lake Placid. Quando ele saiu do jogo, ele viu todas as pessoas comemorando, todas as bandeiras agitando, e ele voltou para o hotel, e alguém disse a ele: & quot Uau, foi incrível o que você disse. & Quot E por um segundo Michaels pensou: & quotO que eu disse? & quot

É interessante, Michaels diz que nunca se cansa das pessoas vindo até ele para falar sobre aquela ligação ou aquele jogo. Ele nunca se cansa de ouvir as pessoas dizerem onde estavam quando ouviram o chamado. Eu estava em nossa sala de TV, meu pai estava no sofá, minha mãe estava jogando cartas. Lembro-me de pular para cima e para baixo quando Eruzione marcou o gol do vencedor. e suspeito que foi o primeiro jogo de hóquei que assisti, do começo ao fim, na televisão (uma vez fui a um jogo dos Cleveland Barons). Claro, foi o primeiro jogo de hóquei que muitos americanos viram.

"Essa era a beleza do jogo", diz Michaels. & quotVocê não precisava entender para entender. & quot


10 coisas que você provavelmente não sabe sobre a Costa Espacial

Lançamos foguetes, reivindicamos Kate Upton como um dos nossos, mas somos mais do que apenas um rosto bonito. Pode apostar que somos nós no próximo lançamento de foguete. JESSICA SAGGIO / FLORIDA HOJE

Quanto você realmente sabe sobre a Costa Espacial? Aqui estão 10 coisas que podem surpreendê-lo. (Foto: Google Maps)

Claro, há coisas que todo mundo parece saber sobre a Costa Espacial.

Lançamos foguetes, reivindicamos Kate Upton como um dos nossos e todos aqueles outdoors de biquínis na I-95 levam você à mundialmente famosa Ron Jon Surf Shop em Cocoa Beach.

Mas somos mais do que apenas um rosto bonito, certo? Pode apostar que estamos no próximo lançamento de foguete!

Aqui estão 10 coisas que você pode não saber sobre a Costa Espacial da Flórida:

1. Temos o primeiro e único aeroporto residente "embassadog" do país.

Kuma, o laboratório negro de 10 anos, tornou-se o primeiro e único & quotambassadog & quot do país no Aeroporto Internacional de Orlando Melbourne. (Foto: MALCOLM DINAMARCA / FLÓRIDA HOJE)

Nunca ouviu o termo ambassadog? Bem, provavelmente é porque ele não existia antes do ano passado, quando o Aeroporto Internacional de Orlando Melbourne recebeu Kuma em seu terminal. Kuma é um Labrador preto de 10 anos que serve o aeroporto e seus hóspedes como um animal de "conforto", para aliviar os estressores associados ao voo. Kuma pode oferecer um abraço peludo ou uma lambida amigável no rosto para quem precisa de um estímulo. Kuma tem uma certificação única que lhe proporcionou treinamento para um ambiente aeroportuário.

2. Testamos mísseis em nossa costa.

Nesta foto de arquivo datada de segunda-feira, 4 de dezembro de 1989, um míssil Trident II lançado pela Marinha dos Estados Unidos durante uma avaliação de desempenho do submarino submarino USS Tennessee no Oceano Atlântico, na costa do Cabo Canaveral. De acordo com o jornal britânico Sunday Times publicado no domingo, 22 de janeiro de 2017, um míssil de teste nuclear desarmado disparado por um submarino britânico na costa da Flórida em 2016, falhou e a falha foi supostamente encoberta antes de um debate no Parlamento sobre o futuro do sistema de mísseis Trident. A primeira-ministra britânica Theresa May se recusou a dizer se sabia sobre o fracasso relatado. (AP Photo / Phil Sandlin, FILE) (Foto: PHIL SANDLIN, ASSOCIATED PRESS)

Todo mundo sabe que lançamos foguetes, mas você sabia que também testamos mísseis aqui? Exceto que você provavelmente não verá esses lançamentos. A Unidade de Teste de Ordenança Naval baseada aqui mesmo em Brevard geralmente testa o sistema de mísseis SSBN Trident II D5 lá longe no Atlântico. Preocupado com o louco da Coreia do Norte? Descanse um pouco mais tranquilo esta noite sabendo que esta unidade está pronta para derrubar qualquer ogiva nuclear que venha em nossa direção.

“Cuja mera presença impede os inimigos de sequer pensarem em atacar? O submarino de mísseis balísticos ", disse o comandante-chefe Tracy Kuchta em uma apresentação recente da sessão LEAD Brevard." Em termos de poder de fogo, é o quinto mais poderoso do mundo. NOTU fornece teste e avaliação do sistema de mísseis SSBN Trident II D5, validando este poderoso sistema de armas para garantir a paz contínua. ”

3. Port Canaveral pode ser o motivo de você ter sal na despensa. Você pode agradecer ao Port Canaveral. O porto acolhe o Sal Morton, que produz anualmente cerca de 200.000 toneladas de piscina, amaciante de água premium, sal marinho e sais agrícolas. O sal é embarcado das Bahamas para Port Canaveral, onde é fabricado nas instalações de Morton Salt. A Morton Salt tem uma parceria com o porto desde 1990 e até expandiu suas operações em 2015. Embora o Porto Canaveral seja o segundo porto de cruzeiros mais movimentado do mundo, ele também embarca toneladas de carga. Não mesmo. Toneladas Ele embarcou em mais de 6 milhões de toneladas no ano passado.

4. A visão do Porto Espacial de Cabo Canaveral e do Centro Espacial Kennedy vai explodir sua mente.

Acha que temos muitos lançamentos e plataformas de lançamento agora? Confira o plano mestre da Space Florida, que mostra 12 complexos de lançamento, uma faixa de deslizamento e uma instalação de stratolaunch.

Confira esses planos futuros para KSC. Uau. (Foto: Space Florida, Dale Ketcham)

Compare isso com o que temos agora e sua cabeça pode girar:

Instalações atuais em KSC. (Foto: Space Florida, Dale Ketcham)

5. A base da Força Aérea de Patrick atende a mais aposentados do que a membros da Força Aérea.

Fato engraçado. Existem 43.000 aposentados que utilizam o PAFB, 125.000 se você incluir suas famílias, e há apenas 4.000 militares na base. O pessoal total é de 15.500 se você incluir civis, contratados e dependentes. Claro, o lugar mais movimentado na base é o campo de golfe Manatee Cove, do qual 74% dos jogadores são aposentados, disse o sargento-chefe Michael Worden em uma recente sessão do Leadership Brevard.

6. Uma das maiores descobertas arqueológicas da história aconteceu em. uma subdivisão de Titusville.

Réplica de um cemitério na escavação de Windover. A nova exposição expandida da exposição arqueológica Windover Farms no Museu Brevard de História e Ciências Naturais está aberta em Cacau. (Foto: MALCOLM DINAMARCA / FLÓRIDA HOJE)

Uma das maiores descobertas arqueológicas da história ocorreu em…. veja só ... uma subdivisão de Titusville. Em 1982, o operador de retroescavadeira Steve Vanderjagt estava limpando uma área ao redor de um lago que se tornaria a subdivisão de Windover Farms quando ele encontrou restos humanos ... restos humanos muito, muito antigos.

"Os restos descobertos no local de Windover tinham entre 7.000 e 8.000 anos, tornando-os 3.200 anos mais velhos do que o rei Tutancâmon e 2.000 anos mais velhos do que as Grandes Pirâmides do Egito", de acordo com a Fronteiras da Flórida. Quase 200 sepulturas intactas separadas foram escavadas em o site Windover em um cemitério subaquático.

Talvez aquelas acusações de "cidade fantasma" de Titusville alguns anos atrás fossem feitas literalmente.

7. Existe uma planta ameaçada de extinção que só cresce aqui.

Uma planta de hortelã ameaçada de extinção, Dicerandra thinicola, também conhecida como hortelã Titusville, não cresce em nenhum outro lugar do mundo. (Foto: MALCOLM DINAMARCA / FLORIDA HOJE)

Parece que Titusville tem mais uma reivindicação à fama. A cidade é o único lugar no mundo onde um certo tipo de erva emaranhada pode crescer. Seu nome científico chique é Dicerandra thinicola Miller, mas os especialistas chamam de "hortelã Titusville" para abreviar. Ele tem um forte cheiro de menta e pode ter uso medicinal de longo prazo. Ela cresce ao longo de uma faixa estreita de 21 quilômetros entre o campo de poço Titusville (entre a State Road 405 e a SR 50) e Mims. A cidade tem tomado precauções para preservar as espécies raras e ameaçadas de extinção.

8. Um pedaço de Melbourne aparecerá no Super Bowl deste ano.

Por falar em hortelã. That shiny piece of metal that flies through the air just before kick off at the Super Bowl comes straight from, you guessed it, Brevard County. The Super Bowl coin is made by a company called The Highland Mint. Of course, not to be confused with the Titusville Mint. The company is based in Melbourne and has designed and manufactured the Super Bowl coin since 1994.

9. The Space Coast doesn't get sinkholes (at least so far).

Every property owner in the county can let out a big sigh of relief, because sinkholes are not among the disasters that will likely haunt our coastline. Sim, é verdade. Unlike Central Florida areas such as Apopka that have seen massive sinkholes form overnight, Brevard County's geological makeup doesn't allow for that kind of crazy quick sand.

"We don't have sinkholes in Brevard County," said county spokesman Don Walker. "We've had culverts collapse, washouts and emergency road closings . Because of our geological makeup, we don't have sinkholes."

The Florida Geological Survey shows where sinkholes have popped up across the state, and not a one has ever been in Brevard.

Oh, and we also don't get direct hurricane hits, either. There has never been a major hurricane landfall in Brevard County since records began being kept in 1851, said Phil Klotzbach, a hurricane researcher at Colorado State University. *Knock on wood.*

10. Rock Star Jim Morrison's house is still standing . and you won't believe its value

Jim Morrison's first home is located in Melbourne. Singer Morrison of the Doors was born Dec. 8, 1943, in Melbourne and died July 7, 1971, in Paris. (Photo: Brevard County Property Appraiser)

Among our famous Brevardians is Jim Morrison, the late great rock star and lead singer of The Doors. Morrison was born in Melbourne and his childhood home is still standing, a modest cottage on Vernon Place. Somebody lives there, so don't be weird and stalk the house. Get this, though, according to the Brevard County Property Appraiser the home's latest market value was only $194,550.

Know more one-of-a-kind facts about Brevard?

Contact Saggio at 321-242-3664

Signs you live on the Space Coast (Photo: JENNIFER SANGALANG/FLORIDA TODAY)


Ten Things You May Not Know About Rommel

General Erwin Rommel (1891-1944) was one of the best-known generals of WWII. He became a legend because of his daring in France in 1940 and then later in North Africa. He was a much-admired figure during the war by both the Allies and the Axis powers. After his defeat at El Alamein, he was forced on the retreat. He was later forced to leave North Africa and later was appointed to lead the resistance to any Allied invasion of France. During the Battle of France, he was severely injured and later died in mysterious circumstances.

Rommel was a war hero from the First World War. He received Imperial Germany&rsquos highest military decoration for his conspicuous bravery during battles on the Italian Front.

Rommel in the desert 1941 2.

He was one of the few officers to be retained in the army after WW I. The Versailles Treaty had limited the size of the German army and the officer corps was also limited. However, his brilliance was recognized and Rommel was allowed to keep his commission.

During the inter-war years, Rommel was involved in operations to control public disorders. While stationed in Dresden he wrote a military manual entitled &lsquoInfantry Tactics&rsquo. This book was a best seller and was even read by Hitler.

Romel with Hitler in 1933 (he is on the left)

During the invasion of Poland, he was in command of Hitler&rsquos personal guard. He later organized the German Victory Parade through Warsaw.

Rommel played a pivotal role in the Fall of France. He was in command of the 7th Panzer Division and led it during the fighting in France. He was able to cross the Meuse River, which the French had expected to halt the German advance. Rommel personally waded into the river during its crossing to lead by example.

In February 1941, he was appointed as commander of the Afrika Korps, at first he was only expected to support the Italian army but his role was greatly expanded as the Italian army faced collapse after several defeats by the British.

During the Second Battle of El Alamein Rommel was not on the battlefield but in Germany receiving urgent medical treatment. He later returned to the battle and helped to ensure that the Afrika Korps was not utterly destroyed by the British. Rommel skillfully extricated his units from the aftermath of El Alamein.

Rommel was one of Hitler&rsquos favorite Generals. He had him appointed as one of the commanders of the efforts to prevent an Allied invasion of Europe. Rommel was in charge of creating a defensive wall that would protect France from an allied invasion. Rommel had thousands of miles of mines, obstacles and fortifications built to defend Nazi-occupied Europe from an Anglo-American amphibious attack.

Rommel became involved in the plot against Hitler in 1944. he knew that the war was lost and that Germany needed to change its leadership. However, the plot was discovered and Rommel was implicated in the conspiracy.

It has been established that Rommel was probably ordered to commit suicide by Hitler for his part in the conspiracy against him. Rommel was already badly injured after his car had come under attack by a British plane. Hitler forced Rommel to commit suicide or face a trial for treason. in order to save his family he agreed to commit suicide.


Here professional storyteller Cath Little shares ten things that you might not know about storytelling:

1. Albert Einstein was a big fan of fairy tales

Einstein said, ‘If you want your children to be intelligent, read them fairy tales. If you want them to be more intelligent, read them more fairy tales.’

2. 2017 was the Year of Legends in Wales

If you visited Wales in 2017 you may have been inspired by Welsh myths, legends and folktales. The ‘Year of Legends’ was a chance to find out more about the legends that have come out of the land. You can learn more about Wales, the Land of Legends here.

3. Our Neolithic ancestors knew the story of Bela e A Fera

By analysing population histories and cultural phenomena such as language, Sara Graça da Silva and Jamshid J.Tehrani have found that many folk tales that are still told today, such as Bela e A Fera, would have been known and told by our ancestors thousands of years ago.

4. Patron Saint of Storytellers?

National Storytelling Week is always held in the week of 3 rd February, the feast day of St Blaise. St Blaise lived in Armenia in the fourth century. He was a healer of throats and a physician of souls.

5. There is a Professor of Storytelling

The George Ewart Evans Centre for Storytelling is a U.K academic research centre devoted to the study of storytelling and all its applications. Based at the University for South Wales, the centre believes that storytelling creates better understanding between individuals and communities across society.

6. Every culture in the world has a Cinderella story

There are thousands of variants of the Cinderella story found throughout the world. Anna Rooth wrote about this in her book The Cinderella Cycle. The oldest written version, Ye Xian, comes from China in 860. Ye Xian is kind and hardworking and helped by the spirit of her murdered mother who comes to her in the form of a fish.

7. Festival at the Edge is the oldest storytelling festival in England

Festival at the Edge has given some of our best loved professional storytellers their first chance to tell and their first big breaks. In 2017 the festival moved to a beautiful new site near Whitchurch at Dearnford Lake.

8. Shonaleigh is the last Drut’syla

Shonaleigh Cumbers learned her craft from her Bubbe (grandmother). Her Bubbe was a storyteller in the drut’syla tradition, who held a body of twelve interlinked cycles of stories each with hundreds of tales.

9. Anyone can enjoy stories

Storytelling is one of the most accessible art forms that resonates with all cultures, generations and communities.

Given recent events, however, storytellers and organisations which support the storytelling arts have had to adapt and innovate in order to ensure that people can still find ways to come together and share and connect with stories. Stories feel more important than ever!

Beyond the Border, Wales’ International Storytelling Festival, brings stories and people together through an inspirational biennial festival and projects which deepen connection through the power of stories. In addition to the Festival weekend itself, Beyond the Border also promotes a year-round programme of performance storytelling events, as well as a wide range of innovative education and outreach projects. Even in lockdown, they have been running projects so that they can continue to keep working with isolated and at risk groups, such as trialling new ways of connecting with older people by sharing and exchanging stories over the phone.

10. There’s a storytelling club near you!

Find your local storytelling club or storytelling event at The Society for Storytelling.


8. Patrick made God promise

Another legend from around the same time tells how Patrick fasted for 40 days atop a mountain, weeping, throwing things, and refusing to descend until an angel came on God’s behalf to grant the saint’s outrageous demands. These included the following: Patrick would redeem more souls from hell than any other saint Patrick, rather than God, would judge Irish sinners at the end of time and the English would never rule Ireland.

We know how that last one worked out. Perhaps God will keep the other two promises.


10 Things You Might Not Know About the Making of Wizard101

The Spiral is a magical place with Wizard City at the center of all the worlds that are or could be. But, the Spiral had to come from somewhere. Who conjured Merle Ambrose? How did Ravenwood School come to be? What evil genius summoned the diabolical Malistaire and Morganthe? It all began with an idea, but that idea was brought to life by our talented KingsIsle team.

In the last KI Live, we brought in some members who have been with the team throughout Wizard101’s development to reminisce about their favorite moments and to reveal some interesting development trivia. To celebrate our 10 th anniversary, we’re updating and expanding this post to bring you 10 things that you might not know about the creation of Wizard101!

It started out as a real card game

Believe it or not, the premise behind the game didn’t magically appear. The team spent a long time physically playing with a deck of character cards, some dice, and beads that symbolized the power-up and other boosts. They scribbled down rules, ideas, and notes about what worked and didn’t. They knew that the core of any good game, no matter how amazing the graphics and effects, is that it is fun to play. Fun fact: our design team still uses this strategy today for designing new mini games! You can see more in this video:

Wizard101 Wasn’t meant to fit in with other MMOs

When the heroes mentioned above came together, they thought about all the other games out there, like World of Warcraft, and realized there were not many games designed for parents and kids to play together. Quests in most MMOs are filled with violent battles and weapons that are not appropriate for children, so the creators wanted to come up with a game that was suitable for the whole family. In addition, the chat feature within the game is filtered to be safe for players of all ages.

Finding Nemo, Toy Story, and Wizard101

Turns out Pixar’s model played into the inspiration behind Wizard101. Like the team behind Pixar, the heads at KingsIsle wanted to create a world that would be engaging and safe for children, but still interesting and challenging for adults.

It was made in record time

The team of heroes had an ambitious goal: They wanted to launch their new game within three years, which is a pretty short video game development time in the gaming industry. By keeping the initial features compact and focused, they imagined, designed, tested and programmed the game on time!

Built with Grandma’s computer in mind

The creators realized that many kids and families don’t have the latest technology, so the game was meticulously designed to run well and look great on any system, even the older systems. The specs that this game requires were actually thought out with a purpose. The designers knew casual users without huge gaming rigs and kids on hand-me-down computers would be playing Wizard101, so the focus needed to be on the game being easily accessible and able to run on minimal RAM and processing power.

Wizard City’s design came from multiple concepts.

The team reached out to a variety of artists with the same ask: a floating city with a huge tree in the middle and a crystal incorporated somewhere within. Each artist came up with a unique piece of concept art, which we’ve compiled here:


Ten Things You May Not Know About Black History Month

Questia’s Facts Behind the February Celebration

February marks the celebration of Black History Month, a time to honor the achievements of African Americans and recognize their role in U.S. history. Throughout the month, we often read about the many men and women who’ve played an integral role in history, but how much do you know about Black History Month and how it was started? Here are ten things you may not have known about Black History Month, all found using Questia (www.questia.com), the premier online research tool for students.

  1. Carter G. Woodson founded Black History Month in 1926 to highlight the often overlooked role that African Americans played in both American and world history. Woodson went on to be the second African American to receive a Harvard degree.
  1. Black History Month started as a week-long celebration called “Negro History Week.” It was eventually expanded to the entire month of February, getting a boost in the 1960s by the blossoming civil rights movement.
  1. The month of February was chosen to coincide with the birthdays of Abraham Lincoln and Frederick Douglass, who both played a significant role in African American history.
  1. It wasn’t until 1976 that every President started designating February as Black History Month.
  1. Black History Month is celebrated in other countries like Britain and Canada , but in Britain it’s in October.
  1. Schools started observing the holiday in the 1930s when it was still the week-long celebration of Negro History Week.
  1. Every year the holiday has a different theme. Examples include “From Slavery to Freedom: Africans in the Americas ” and “Celebrating Community: A Tribune to black Fraternal, Social, and Civic Institutions.”
  1. The 2012 National Black History Month theme is “Black Women in American Culture and History.”
  1. Black History Month inspired other holidays even before it was a month-long celebration. “Juneteenth,” the June celebration of the abolition of slavery, is one such example.
  1. February has long been a month of important dates in African American history:
  • February 3, 1870: The 15th Amendment was passed, granting blacks the right to vote.
  • February 25, 1870: The first black U.S. senator, Hiram R. Revels (1822-1901), took his oath of office.
  • February 12, 1909: The National Association for the Advancement of Colored People (NAACP) was founded by a group of concerned black and white citizens in New York City .
  • February 21, 1965: Malcolm X, the militant leader who promoted Black Nationalism, was shot to death by three Black Muslims.

Questia saves students valuable time on research papers and projects. With Questia, students can accurately cite sources, format papers in seven different styles, and organize their notes, research and sources all in one place. Librarians have specially selected Questia’s 77,000 academic books and 4 million journal articles—many of which are peer-reviewed. Since Questia is accessible 24/7, students can research any time of day from anywhere, with the confidence that they’re using credible content from trustworthy sources.


1 They Are From Another Timeline

The Redguards are from a different timeline in Tamriel. No Elder Scrolls series, there are time periods known as Kalpa Cycles. These cycles are repetitive and when Satakal, the Redguard God of Everything, ends the world, a new one is born.

In the book from The Elder Scrolls Online, The Hunger of Sep, it is revealed that some of the Yokudans were able to cross through the Far Shores, the afterlife of Redguards, to avoid the end of the previous timeline. They were able to cross into Tamriel and eventually ended up in Hammerfell.


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos