Novo

As ruínas medievais de Oppède Le Vieux, lar de um antipapa e abrigo dos nazistas

As ruínas medievais de Oppède Le Vieux, lar de um antipapa e abrigo dos nazistas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Oppède Le Vieux é uma pequena cidade na França, mais conhecida por seu château medieval, ou castelo, que hoje está em ruínas. A cidade foi abandonada há vários séculos, quando seus habitantes partiram para uma nova área onde poderiam cultivar de forma mais produtiva. Embora a cidade esteja em ruínas hoje, ela tem uma história colorida por trás dela, envolvendo um antipapa e um grupo de artistas que fugiram dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

O Oppède Le Vieux está situado no lado norte do Luberon, um maciço no centro da Provença, no sul da França. É construído contra a parte do maciço conhecido como ‘Petit Luberon’, que significa ‘Pequeno Luberon’, e pode ser encontrado no departamento de Vaucluse, na região de Provença-Alpes-Côte d'Azur.

Uma vista de Oppède Le Vieux. Fonte da foto: (CC BY-SA 3.0)

Diz-se que Oppède Le Vieux data de 12 º século. Durante este tempo, a cidade era o lar de uma comunidade agrícola, e suas estruturas mais proeminentes eram sua igreja e seu castelo. A igreja é conhecida como Collegiale Notre-Dame d'Alidon e está localizada bem acima da cidade. Dentro das paredes dessa estrutura antiga há um grande número de afrescos, embora muitos deles estejam desbotados ou em ruínas. Foi relatado que, no momento, a igreja está sendo restaurada.

  • As teorias da conspiração de Bérenger Saunière e Rennes-le-Château
  • Cairn de Barnenez: uma das estruturas mais antigas do mundo
  • Um passeio entre os petróglifos da Galiza: desenhos pré-históricos traçam a vida e os tempos da Idade do Bronze europeus

Quanto ao castelo, já foi propriedade dos condes de Toulouse. Então, durante o 13 º século, a estrutura caiu nas mãos do papado. Durante o Cisma Ocidental, que ocorreu entre a segunda metade do século 14 º século e na primeira metade do seguinte, o castelo de Oppède Le Vieux foi a casa do Antipapa Bento XIII por um período de tempo. Um antipapa é um indivíduo em oposição àquele que geralmente é visto como o Papa legitimamente eleito.

Ruínas do Castelo de Oppède le Vieux, Vaucluse, França

Quando o antipapa foi forçado a fugir da cidade, ele, de acordo com uma fonte "'voou' do topo por meio de uma abertura em arco para o espaço vazio abaixo, carregado, dizem, pelo próprio diabo." O próximo residente famoso / infame do castelo foi Jean Maynier, Barão de Oppède. Diz-se que o barão fez do castelo sua sede, de onde travou guerra contra os valdenses, um movimento cristão fundado por Peter Waldo no ano 12 º século. Durante esta guerra, 11 aldeias teriam sido destruídas pelos homens do barão.

Estátua de Peter Waldo ( CC BY 3.0 )

Apesar de prosperar durante a Idade Média, Oppède Le Vieux foi posteriormente abandonado após o 16 º século. Alegou-se que, como era pacífico naquela época, a maioria dos habitantes da cidade decidiu se mudar para o vale, que tinha terras mais adequadas para fins agrícolas. Uma nova cidade, conhecida como Oppède les Poulivets, foi fundada, e a antiga foi deixada abandonada pelos próximos dois séculos.

  • Le Chene Chapelle: a antiga capela do carvalho tão antiga quanto a própria França
  • Medieval Mont St-Michel: o castelo sagrado no mar
  • Annecy, nos Alpes franceses, tem origens antigas que remontam a 3100 a.C.

Foi durante a Segunda Guerra Mundial que uma nova vida foi injetada na cidade fantasma. Durante este período, Oppède Le Vieux tornou-se um esconderijo perfeito para artistas que queriam escapar da perseguição dos nazistas que ocuparam a França. Este grupo, que incluía pintores, escritores e escultores, era conhecido como le Groupe d'Oppède e era liderado pelo arquiteto Bernard Zehrfuss.

Durante a guerra, os nazistas desencadearam um expurgo da arte que não foi útil ao governo alemão para fins de propaganda. Diretores de museus e artistas que se recusaram a cumprir a arte aprovada pelo Reich foram mortos ou proibidos de praticar a arte. A Gestapo freqüentemente fazia visitas improvisadas às casas dos artistas para garantir sua obediência. Em resposta às restrições opressivas, muitos artistas foram forçados a fugir e as ruínas da Oppède Le Vieux eram um bom esconderijo.

A comunidade de artistas em busca de refúgio cresceu para cerca de 50, os mais notáveis ​​dos quais foram o escultor François Stahly, e a artista e escritora Consuelo de Saint Exupéry (a esposa de Antoine de Saint Exupéry, o autor de Le Petit Prince ) No entanto, essa comunidade não durou muito e eles acabaram deixando a cidade. Hoje, Oppède Le Vieux é um destino turístico.

Igreja Medieval de Notre-Dame-d'Alydon d'Oppède, Vaucluse, França ( CC BY-SA 3.0 )


As ruínas medievais de Oppède Le Vieux, lar de um antipapa e abrigo dos nazistas - História

Bed & # 038 café da manhã em Oppède-Le-Vieux, Luberon

Ambientalmente responsável desde o primeiro dia, a La Buissonniere sempre esteve comprometida em proporcionar aos seus hóspedes um ambiente saudável, o que significa limpeza e respeito.

Nosso foco é fornecer as melhores condições e processos sanitários para você e para nós.

Covid 19 Mesures

Uma minúscula piscina toda em madeira, para se refrescar e bem-estar.

Você também pode “privatizar” o local, incluindo cozinha, muitas salas e o jardim, para aluguel semanal. Sem café da manhã, mas uma faxineira uma hora por dia.

Sinta-se à vontade para nos contatar para tarifas especiais.

Um bed & amp breakfast em La Buissonnière significa:

  • Morar em uma charmosa casa antiga bem no centro de Oppède-le-Vieux, a vila mais mágica de Luberon.
  • Acordar fora do tempo, com o canto dos pássaros, diante de uma paisagem dramática.
  • Desfrutando de um saboroso café da manhã, feito de alimentos orgânicos, principalmente produtos locais (na medida do possível), caseiro para as compotas e pastelaria.
  • Relaxe em um elegante ambiente Art Déco e revitalize-se na tranquilidade absoluta de um espaço natural preservado.
  • À descoberta dos tesouros do Parque Natural Regional de Luberon, uma das joias da Provença.
  • Escolha entre as muitas trilhas para caminhadas (como o GR6) ou ciclismo (como o Tour du Luberon) que estão à nossa porta.
  • Ou passar um dia em Avignon, Alpilles, Aix-en-Provence ou Marselha.

A casa

Estamos idealmente localizados no coração da antiga vila de Oppède: bem no centro, mas em uma calma absoluta.

La Buissonnière é uma casa distinta do século 17, que abrigou uma vez a escola de meninas e # 8217. Em francês, & # 8220Buissonnière & # 8221 significa & # 8220 pulando a escola & # 8221, e é o lugar perfeito para isso.

Os seus quartos luminosos estão virados para a parte medieval da aldeia.

O seu jardim fechado exposto a sul acomoda-os para o pequeno almoço, uma sesta ou um banho de sol.

Cada janela oferece uma vista deslumbrante sobre a beleza da vila. À noite, cada quarto mostra o país das maravilhas iluminado, com a igreja medieval e as muralhas.

Sem TV, mas uma biblioteca com livros em inglês, música, conexão wi-fi gratuita em toda a casa.

Instalações compartilhadas

O lounge oferece guias de viagem, informações turísticas, revistas, informações locais, literatura e # 8230 (francês e inglês)

O pequeno-almoço é servido no jardim quando o tempo está quente.

Também pode ser servido em uma das nossas salas quando o tempo esfriar. É feito de alimentos orgânicos, principalmente produtos locais (na medida do possível), caseiros para as compotas e pastelaria.

No topo da casa, uma típica sala provençal chamada “soleillan” oferece uma vista panorâmica. Aqui pode relaxar, tomar um chá ou uma bebida fresca, ler uma revista ou simplesmente desfrutar da paisagem.

A Vila

Localizada em um sítio natural de afloramentos rochosos e florestas, Oppède-le-Vieux foi preservada da urbanização moderna e apresenta um testemunho arquitetônico excepcional: casas medievais e renascentistas, fachadas de barracas antigas, uma igreja do século 12 e as ruínas de um antigo fortificado castelo…

Os visitantes são convidados a deixar o carro na entrada da vila, que descobrirão enquanto caminham por um belo jardim paisagístico, cultivando 80 variedades rústicas locais. Em seguida, é ao longo da frondosa & # 8220 calade s & # 8221 * que se chega à igreja Notre-Dame d & # 8217Alidon e às ruínas do castelo.

Eles dominam a aldeia e, no fundo, o vale, com o Mont Ventoux, os Monts de Vaucluse e os Alpilles como pano de fundo.

* calade é um termo provençal para uma estrada de paralelepípedos, uma obra típica nas antigas aldeias de Luberon no topo da colina.


Oppède-le-Vieux, uma magnífica vila antiga no Luberon.

Quando amigos vêm nos visitar em Sablet, alguns que podem estar lá pela primeira e talvez única vez em suas vidas, planejamos nosso tempo juntos para que eles vejam e vivenciem o que consideramos ser as melhores partes do nosso lindo canto da Provença.

É muito difícil decidir para onde ir quando eles estão lá por apenas uma semana, mesmo se dissermos que não iremos mais longe do que uma hora de carro. Essa distância inclui quase todos os nossos lugares favoritos, exceto Cassis, que fica a mais ou menos uma hora e meia de distância, mas é nossa vila litorânea favorita, então abrimos uma exceção.

Minha lista de lugares a não perder inclui o mercado de terça-feira de manhã em Vaison-la-Romaine, Crestet, Séguret, Gigondas e Châteauneuf-du-Pape para os amantes do vinho, Roussillon e Gordes no Luberon, Abadia de Sénanque especialmente durante a temporada de lavanda, Pont du Gard, embora não tecnicamente na Provença e no já mencionado Cassis.

Também amamos Aix-en-Provence, Bonnieux, Lourmarin, Villedieu, Les Baux de Provence e os Alpilles circundantes, onde os melhores azeites da França são produzidos, os Dentelles de Montmirail e Mont Ventoux. É difícil cortar nossa lista para fazer tudo caber, muito menos chegar a novos lugares onde não estivemos antes.

Por isso, foi um pouco incomum, algumas semanas atrás, quando os amigos Steven e Susan estavam nos visitando, que decidimos ir para Oppède-le-Vieux onde não havíamos estado antes. Oppède-le-Vieux geralmente não é muito conhecido, pouco está escrito sobre a aldeia nos vários guias sobre a Provença, mas eu tinha na cabeça que queria ir.

E lá fomos nós. Oppède-le-Vieux é uma bela vila com muitas ruínas na face norte das montanhas Luberon, a cerca de uma hora de carro de Sablet.

Se você for visitar Oppède-le-Vieux, terá que deixar seu carro no estacionamento na base da vila de lá, seguir o caminho até a colina. Há uma pequena taxa para o estacionamento.

Estava lindo e ensolarado, final de abril, o dia em que fomos e as árvores estavam em plena floração enquanto caminhávamos pelo caminho através do jardim do terraço para a velha aldeia.

Oppède é na verdade duas aldeias: Oppède-le-Vieux ("o velho" em francês), construída contra o Petit Luberon e datando de 1000 anos, e Oppède-les-Poulivets ("bela vista" em provençal), hoje conhecida como "le village", no vale.

Há um café com esplanada e algumas lojas no centro da antiga aldeia, por baixo da igreja e do castelo em ruínas. Este é um bom lugar para descansar e absorver a atmosfera após sua caminhada do estacionamento.

Cruze na antiga praça da aldeia. Eu amo aquele céu azul.

A aldeia murada e passagem em arco.

Uma casa lindamente restaurada.

Capela dos Penitentes Brancos na antiga aldeia.

Uma caminhada de 15 a 20 minutos subindo a colina em paralelepípedos por entre as árvores e as ruínas de antigas habitações levará você ao cume e à Igreja de Notre Dame d'Alidon, do século 16.

Enquanto você caminha até a vila, olhe para trás, pois você terá uma vista magnífica para o Mont Ventoux. Gordes está em primeiro plano.

Igreja de Notre Dame d'Alidon está sendo restaurada pela comuna.

Igreja de Notre Dame d'Alidon.

As ruínas que restam do castelo. Preste atenção quando você estiver no cume, pois há declives e sem trilhos.

A vista de uma janela das ruínas do castelo.

Para além das ruínas da igreja e do castelo, uma subida ao cume da velha aldeia abaixo será recompensada com fantásticas vistas para o campo.

Enquanto caminhávamos de volta para a velha vila abaixo, passamos por mais árvores floridas.

Mais casas restauradas na antiga aldeia.

Uma linda casa. Eu gosto das venezianas azuis com árvores floridas.

No final do século 19, uma estação de correios e uma escola foram abertas no vale em Poulivets e os residentes da antiga vila lentamente se mudaram de Oppède-le-Vieux. Em 1909, a prefeitura mudou-se oficialmente para Oppède-les-Poulivets e, conseqüentemente, a antiga vila ficou deserta.

Depois da Segunda Guerra Mundial, atraídos pela beleza e história de Oppède, algumas pessoas voltaram e reformaram algumas das casas além das muralhas e aos poucos a antiga vila voltou à vida. Gosto muito deste lugar lindo e Oppède-le-Vieux está agora na minha lista de lugares a não perder.


Gordes

Graças ao filme “A Good Year”, baseado no livro homônimo de Peter Mayle (autor britânico conhecido por sua série de livros sobre a vida na Provença), Gordes ganhou ainda mais popularidade entre os turistas. Você encontrará facilmente sua visualização de cartão postal no Instagram ou no Facebook. Os escritores franceses preferem Gordes nas férias. Cada casa está repleta de autenticidade provençal. Mesmo sua igreja não se parece com uma típica catedral católica solene. É leve e brilhante. Também escolhemos esta cidade para ficar, mas com a intenção de conhecer outras cidades menos famosas da Provença.

Uma sobremesa. Provence, França.


As ruínas medievais de Oppède Le Vieux, lar de um antipapa e abrigo dos nazistas - História

Provença é um lugar muito bom para se visitar no sul da França. As cidades maiores como Avignon são repletas de história, arte e algumas das melhores arquiteturas do mundo. A comida é uma das mais celebradas da França. O vinho está bom. E é fácil pegar o TGV de Paris para ir direto para Avignon, a uma curta distância do Palácio dos Papas. Então, os vilarejos perfeitos do Luberon aguardam sua visita, e o Delta do Ródano é onde você encontrará a carne (e os flamingos).

Primeiro, vamos olhar o mapa abaixo. A parte norte da Provença é Vaucluse. Na fronteira oeste da Provença estão três cidades atraentes, de norte a sul são Avignon, St. Remy e Arles. A leste deles está o Luberon, com aldeias como Menerbes, L'Isle-sur-la-Sorgue, Bonnieux, Saignon, Lourmarin, Cucuron, Oppède Le Vieux, Lacoste (onde o castelo do Marquês de Sade está localizado) e colorido emoldurada por suas falésias ocre, a encantadora cidade de Roussillon.

Provença: ao longo do Ródano

O pedaço mais conhecido da Provença é o Vaucluse, que inclui o Luberon, que ficou famoso em parte pelos livros de Peter Mayle. o Camargue é um pedaço distinto da região conhecida por cowboys chamados les gardians, carne e cavalos. Sua reserva de biosfera pantanosa é um patrimônio mundial que atrai observadores de pássaros de toda a Europa. Vá na primavera ou no outono. Avignon é a capital do Côtes du Rhône vinhos e casa do Palácio dos Papas. St. Remy é uma cidade de arte. Faça uma caminhada sinalizada, Promenade dans l'univers de Vincent van Gogh, ver Quartos de Van Gogh na Maison de santé Saint-Paul, depois veja o sítio romano construído sobre um grego em Glanum fora da cidade, onde os romanos defumado seu vinho, fora da cidade. Almoce em frente à entrada da Villa Glanum (onde você pode ficar se quiser). Arles é uma cidade encantadora construída em torno do Arena Romana que acolhe eventos ao longo do ano. Na manhã de sábado, o maior mercado da Provença é realizado. Perto do Ródano, em Arles, você pode visitar o edifício romano Banhos de Constantino.


O Parque Natural dos Alpilles e Baux de Provence

É também chamada de capital do estilo de vida provençal. Van Gogh se apaixonou por ele e ficou lá um ano. Ele desenhou 150 pinturas que refletem a luz e a beleza das paisagens dos Alpilles. Suba até o Claustro de São Paulo, onde Van Gogh estava hospedado, onde você pode admirar algumas reproduções de suas pinturas.

Vila popular a 5 minutos de St Remy, que preservou sua tranquilidade. Paisagem de cartão postal, combinando o brilho dos Alpilles, olivais e quintas provençais lindamente restauradas.

Siga a estrada principal e suba, no topo da aldeia. Depois de passar a “Chapelle des Pénentials”, você chegará às ruínas do castelo que oferecem um panorama deslumbrante sobre a planície de Durance e os Alpilles.

Les Baux de Provence, seu castelo e a luz do Careers

Cidade medieval situada em um afloramento rochoso, a fama de Les Baux de Provence já está feita. Jovens e idosos têm um grande prazer em vir aqui. O local e o castelo ganham vida regularmente para adicionar à atmosfera medieval ainda mais autenticidade. De abril a setembro, “Les médiévales des Baux” oferece uma viagem no tempo e apresenta a você algumas das atividades do dia: tiro à catapulta, tiro com besta, esgrima & # 8230

A visita da Luz Carreiras a 5 minutos a pé do castelo é uma delícia. A uma altura de até 20 metros, essas pedreiras de calcário recebem shows multimídia na vanguarda da tecnologia. Projeções e shows de luz revelam de forma brilhante a beleza do lugar.


Mas d'Oppede

  • Localização Oppède Villa - Luberon - Provence, França
  • Acomoda 8
  • Quartos 4
  • Banhos 4
  • Avaliação

O tempo passou desde que as casas da Provença eram escuras e sem graça, com tetos baixos e janelas estreitas. O interior da casa é limpo, luminoso e aconchegante - não o que se possa imaginar pela autenticidade pedregosa do exterior.

Os dois quartos do rés-do-chão e o quarto principal do primeiro andar têm ar condicionado. Cada um dos 4 quartos tem seu próprio banheiro privativo.

Um novo shopping center foi construído em Coustellet, a menos de 5 minutos de carro. Perto das famosas aldeias de Ménerbes e Oppède le Vieux.

Uma das nossas casas preferidas da nossa coleção, uma imagem perfeita da Provença!

Facilidades

Quartos de dormir

4 quartos / 4 banheiros acomoda 8

Layout dos Quartos / Banheiro do Térreo (RDC)

  • Quarto 1 - Quarto Queen com ar-condicionado e banheiro privativo (chuveiro, pia, toalete). Abre-se para um agradável terraço com pátio de pedra.
  • Quarto 2 - Quarto Queen com ar-condicionado e banheiro privativo (chuveiro, pia, toalete). Vistas bonitas sobre as vinhas e campo de lavanda.

Disposição dos quartos / banheiro da segunda história (1er étage)

  • Quarto 3 - Quarto principal com ar condicionado, cama king-size (2m) com casa de banho privada (banheira, chuveiro, lavatório, WC).
  • Quarto 4 - cama Queen com casa de banho privada (lavatório, WC).

Dentro

  • Três quartos com A / C
  • Internet de banda larga / WiFi
  • TV por satélite com canais de notícias em inglês
  • CD player / estéreo
  • Dock para iPod (base de alto-falante)
  • Cozinha totalmente equipada, incluindo máquina de lavar louça
  • Máquina de lavar
  • Roupas secas
  • Ferro e tábua de passar
  • Secadores de cabelo em cada banheiro
  • Refeições internas para 8 pessoas
  • Refeições ao ar livre para 10 pessoas
  • Espreguiçadeira no Mezanino
  • Berço / berço, se necessário
  • Cadeira alta
  • Todas as roupas de cama fornecidas
  • Toalhas de piscina

Lado de fora

  • Espreguiçadeiras
  • Guarda-sóis
  • Terraços ao ar livre
  • Refeições ao ar livre para 10 pessoas
  • Churrasco a carvão
  • Áreas sombreadas e gramadas
  • Tribunal de bocha
  • Estacionamento privado
  • Belas vistas das colinas, vinhedos e campos de lavanda de Luberon

Informação da piscina

Dimensões / Profundidade: 12m x 6m

Segurança (cerca, alarme): Alarme, sem vedação

Sistema de água salgada: Não

Aquecido?: Sim, a pedido. Custos adicionais podem ser aplicados.

Por favor, observe que o aquecimento da piscina depende das condições climáticas ao ar livre e as temperaturas específicas não podem ser garantidas

Nota: A piscina está inserida num local muito privado com fantásticas vistas panorâmicas sobre o campo.

Serviço de empregada

Inclui limpeza de final de estadia e 2 horas duas vezes por semana. A roupa de cama é trocada semanalmente, salvo acordo em contrário. As empregadas domésticas não são responsáveis ​​pela lavagem da louça / panelas / frigideiras dos hóspedes ou da roupa pessoal.

Taxas e disponibilidade de amp

Avaliações

Classificação média:
5 de 5 com base em 10 avaliações. 10 comentários de usuários.

P. Você recomendaria Only Provence para amigos ou família? Se não, por quê?
R. sim

P. Que classificação por estrelas (1-5) você daria a esta villa? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. A sua villa atendeu às suas expectativas? Se não, por quê?
R. sim

P. Você conseguiu encontrar a propriedade facilmente?
R. sim

P. Como você foi tratado pela equipe e pelo gerente da propriedade? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. Como você avaliaria a limpeza da villa? (5 sendo o melhor)
R. 4

P. Existe algo que precisa ser substituído ou atualizado?
R. Substituímos todas as lâmpadas queimadas - eram muitas!
Tínhamos dois escorpiões em casa (raro, mas pode ocorrer em todas as casas, especialmente no campo durante o tempo quente). Eu adoraria saber de antemão que isso era possível e o que fazer e saber que lá não são venenosos. Muito tempo no google lidando com isso!

P. Você consideraria ficar aqui novamente?
R. sim

P. O que você gostou em sua experiência?
R. A localização da moradia é ideal, as vistas são lindas, de forma tranquila e sossegada. As crianças adoraram a piscina. Genevieve (gerente da casa) foi super confortável e útil.

P. O que podemos fazer para melhorar sua experiência com Only Provence no futuro?
R. Achei que o processo de reserva e a comunicação foram ótimos. Nós tivemos uma ótima viagem!

P. Você recomendaria Only Provence para amigos ou família? Se não, por quê?
R. sim

P. Que classificação por estrelas (1-5) você daria a esta villa? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. A sua villa atendeu às suas expectativas? Se não, por quê?
R. sim

P. Você conseguiu encontrar a propriedade facilmente?
R. sim

P. Como você foi tratado pela equipe e pelo gerente da propriedade? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. Como você avaliaria a limpeza da villa? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. O que mais podemos oferecer para melhorar a sua estadia?
R. Nada! Foi o mais próximo da perfeição possível!

P. Existe algo que precisa ser substituído ou atualizado?
R. Uma das poltronas reclináveis ​​da piscina precisa ser consertada. Houve um rasgo na tela.

P. Você reservou algum chef ou serviço de turismo? Se sim, qual foi sua experiência?
R. não

P. Você consideraria ficar aqui novamente?
R. sim

P. O que você gostou em sua experiência?
R. A Fazenda era linda, as paredes de pedra de 60 centímetros de espessura mantinham a casa fresca mesmo durante a onda de calor que ocorreu durante a nossa estadia. O pôr do sol sentado à beira da piscina era lindo, na verdade tudo desde a paisagem, a piscina, o interior da casa eram espetaculares.

P. O que podemos fazer para melhorar sua experiência com Only Provence no futuro?
R. Se eu tivesse que pensar em algo, possivelmente um sistema estéreo que pudesse enviar a música para a área da piscina

Q. Depoimento apenas para Provence
R. Para mim esta é a única forma de viver a Provença! A casa da fazenda, a piscina e o paisagismo ao redor e os vinhedos eram todos lindos. Os cheiros de lavanda e alecrim, atravessar a rua até a vinha local para uma degustação e o pôr do sol são experiências que nunca iremos esquecer. Absolutamente surpreendente!!

Q. Depoimento apenas para Provence
R. Não tínhamos reservado através de 'Only Provence' antes de termos usado outras empresas de vilas para esta região no passado. Tínhamos algumas preocupações em fazer um depósito, pois não sabíamos nada sobre a empresa, mas o serviço era profissional, eficiente e adequado conforme descrito. As fotos do site eram precisas e a villa era de alta qualidade. Ficaríamos mais do que felizes em reservar apenas através da Provença no futuro.

P. Você recomendaria Only Provence para amigos ou família? Se não, por quê?
R. sim

P. Que classificação por estrelas (1-5) você daria a esta villa? (5 sendo o melhor)
R. 4

P. A sua villa atendeu às suas expectativas? Se não, por quê?
R. não

P. Por que sua villa não atendeu às suas expectativas?
R. Disponibilidade de bicicletas

P. Você conseguiu encontrar a propriedade facilmente?
R. sim

P. Como você foi tratado pela equipe e pelo gerente da propriedade? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. Como você avaliaria a limpeza da villa? (5 sendo o melhor)
R. 5

P. O que mais podemos oferecer para melhorar a sua estadia?
R. Gostamos de passar o tempo ao ar livre à noite jogando cartas, etc. e se fosse nossa propriedade iríamos melhorar a iluminação externa, precisávamos de muitas velas, embora já estivéssemos esperando por isso. Havia apenas três bicicletas disponíveis, o que significava que as quatro pessoas que pretendiam pedalar não podiam. A quarta bicicleta estava sendo consertada e foi prometida para terça-feira após nossa chegada, mas nunca apareceu.
Um ponto menor é a quantidade de espaço da geladeira para uma casa desse tamanho. a maioria das propriedades em que ficamos tem geladeiras maiores ou uma geladeira de cozinha externa para usar novamente. Gostamos de fazer compras nos mercados locais e cozinhar mais do que comer fora todos os dias e, com 6 homens bebendo cerveja, achamos pouco espaço para comida fresca.

P. Existe algo que precisa ser substituído ou atualizado?
R.

P. Você reservou algum chef ou serviço de turismo? Se sim, qual foi sua experiência?
R. não

P. Você consideraria ficar aqui novamente?
R. sim

P. O que você gostou em sua experiência?
R. Linda casa de campo, linda vista e ótima localização. Layout perfeito para nossa combinação de pais com filhas adultas e seus parceiros.

P. O que podemos fazer para melhorar sua experiência com Only Provence no futuro?
R. O atendimento foi muito bom além da entrega da bicicleta.

A villa era encantadora, com personalidade e bem localizada para explorar as aldeias vizinhas no topo da colina. Nós particularmente gostamos do tribunal de petanca. Também era um bônus real ter um campo de lavanda ao lado. Esperamos voltar a Mas d Oppede novamente no futuro.

Eu não fiz o tour do vinho, mas aqueles que o fizeram disseram que os guias eram muito bem informados e informativos e todos eles aprenderam muito com a experiência, além de terem um tempo fantástico.

O Chef Julien foi excelente e ajudou a tornar o aniversário de 26 anos do meu filho muito memorável. Fico maravilhado com sua capacidade de chegar, preparar uma refeição gourmet em uma cozinha que ele nunca tinha visto antes e depois sair da cozinha em melhor estado do que quando chegou.

Quanto a OnlyProvence, eu usaria uma palavra - eficiente. Tudo correu bem, sem problemas. Se não tivéssemos reservado através de você, não teríamos descoberto o chef maravilhoso ou os passeios. Agradeço a minha filha Rebecca que o descobriu e obrigado por nos permitir ter férias maravilhosas.

A casa e o cenário eram adoráveis. Nós nos divertimos muito, mas tenho algumas idéias para melhorar o lugar.
Primeiro, algumas páginas digitadas sobre o que está por perto (com instruções detalhadas) teriam sido extremamente úteis. Algumas horas de trabalho por alguém familiarizado com a área teriam nos poupado (e todos os outros visitantes) de muitas pesquisas sobre onde encontrar um supermercado, uma padaria, etc ... Em segundo lugar, as pessoas que nos cumprimentaram falavam um inglês limitado, que era encantador até que tivemos um problema de encanamento que precisava ser discutido. Terceiro, havia muitos insetos na piscina. Uma limpeza extra durante a semana (ou uma cobertura de piscina) teria sido ideal.

Você recomendaria Mas d Oppede, Only Provence, Chefs ou Tours? Por que ou por que não?

Com que estrela você daria o Mas d Oppede? 5
Que classificação por estrelas você atribuiria a Only Provence? 5

As pessoas com quem lidávamos na OP eram adoráveis ​​e a casa estava conforme o prometido - o que é o fator mais importante para a nossa satisfação!

Ótima villa. Exatamente conforme faturado. Boas vindas calorosas. Resposta rápida com quaisquer problemas. No geral, muito feliz.

Áreas para melhoria:
Um de nossos filhos cortou gravemente o braço no domingo após nossa chegada. Um kit médico em casa teria sido muito útil. Além disso, uma lista de números-chave - por exemplo, hospital, farmácia - também teria ajudado.

Você recomendaria Mas d Oppede e Only Provence?
Sim - ótimo serviço e ótimas férias.

Com que estrela você daria o Mas d Oppede? 5
Que classificação por estrelas você atribuiria a Only Provence? 5

Obrigado por nos ajudar a organizar uma ótima pausa.

Foi a experiência autêntica da Provença que esperávamos. A propriedade e a vista de Lavender, Vines e as montanhas Luberon eram o material dos sonhos.

Áreas para melhoria:
Nada óbvio que pudéssemos identificar. Nós estávamos lá em climas quentes, mas quando está quente pode ser necessário ar condicionado no quarto principal, uma vez que fica no andar de cima. Minha esposa não conseguiu encontrar o secador de cabelo!

Você recomendaria Mas d Oppede, Only Provence, Chefs ou Tours para amigos / família?

Sim, achamos a villa absolutamente soberba e o serviço e a resposta de OnlyProvence excelentes. Genevieve, nosso contato com a villa, foi extremamente útil, incluindo nos conseguir uma consulta com o médico local quando nossa filha estava doente, quando disseram que não podiam nos ver ... a rede local ajudou! A chef Marie preparou a refeição mais incrível para nós ... ainda estamos falando sobre isso!

Tivemos um tempo maravilhoso na propriedade. Temos viajado pela Europa este ano, e esta foi a nossa 8ª propriedade em que ficamos nos últimos 9 meses, e sem dúvida a nossa favorita. Você nunca sabe exatamente o que esperar ao chegar, mas as fotos ainda não fazem justiça. Foi para nós sem dúvida, casa longe de casa. Um dos jogos que jogamos nas casas em que nos hospedamos é & quot o que mudaríamos se fosse a nossa? & Quot Tivemos que admitir que finalmente encontramos um ponto em que a resposta era & quotnão uma coisa & quot; era tudo nós poderíamos ter pedido. É exatamente como faríamos um Mas na Provença. É amplo, espaçoso, luminoso e perfeitamente decorado com todas as comodidades de que necessita, ao mesmo tempo que é acolhedor e encantador. A casa tem tantas portas e janelas que se abrem para o jardim que mesmo dentro de você dá a sensação de estar do lado de fora. Está totalmente atualizado para que você não precise de nada enquanto combina na perfeição o charme que deseja ao visitar a Provença. O jardim está repleto de recantos para comer ao ar livre, ler, tomar sol, sentar-se junto à fonte ou assistir ao incrível nascer do sol sobre as vinhas, mesmo à porta da cozinha. A cozinha totalmente equipada, na verdade, estava totalmente equipada e a figueira no jardim deixando cair frutas feitas para um ótimo cozimento, enquanto o enorme supermercado a cinco minutos de distância tem de tudo, e quero dizer de tudo. Como cozinheiro amador, eu estava no céu.

A casa é deslumbrante, linda localização, vai voltar.

Áreas para melhoria:
Nada.

Você recomendaria Mas d'Oppede e Only Provence para amigos e família?
Sim, muito.

Com que estrela você daria o Mas d Oppede? 5
Que classificação por estrelas você atribuiria a Only Provence? 5

O cenário era lindo. A casa era muito confortável e parecia muito maior do que o site mostrava. A localização não poderia ser mais perfeita e o local da casa tinha uma vista deslumbrante. Nunca quisemos partir.

Só a Provence é uma organização muito profissional e trata os seus clientes com a maior consideração. Todos vocês têm excelentes habilidades de comunicação, o que ajuda a eliminar todas as suposições necessárias para planejar ótimas férias.

Áreas para melhorias: Verifique as condições de funcionamento das bicicletas com antecedência. Secador de cabelo em cada banheiro.

Você recomendaria Mas d Oppede, Only Provence para amigos / família?
Em um minuto. Tudo acima….

Com que estrela você daria o Mas d Oppede? 5
Que classificação por estrelas você atribuiria a Only Provence? 5

A Vila

Aldeias Mais Próximas

Aldeia mais próxima Oppède 4 KM 2,48 mi Mapa Informação da Aldeia
Aldeia Próxima Ménerbes 5 KM 3,1 mi Mapa Informação da Aldeia
Aldeia Próxima Gordes 10 KM 6,2 mi Mapa Informação da Aldeia
Aldeia Próxima Goult 10 KM 6,2 mi Mapa Informação da Aldeia

Localidade

Oppède Le Vieux é uma pequena vila magnífica no topo de uma colina. Construído no alto de um afloramento rochoso e rodeado por uma vegetação exuberante, densas florestas e rochas formam um cenário impressionante.

Para visitar a Oppède Le Vieux, deixe seu carro no estacionamento na base da vila antes de seguir o caminho pitoresco até a colina.

You will be enchanted by this historic village which has so much to offer: a 12th century collegiate church which dominates the skyline, the ruins of an ancient chateau and the remains of historic workshops and boutiques.

It is a pleasure to wander around this village and visitors will admire the charming 15th and 16th century houses that have been skilfully restored.

You can rest awhile in the peaceful square and soak up the atmosphere.

Numerous artists, writers and movie stars have been so charmed by the style and beauty of Oppède Le Vieux that many have bought property here. you, too, will also fall in love with this beautiful place.

Ruins of the feudal chateau. 12th century church.

Renaissance and medieval houses.

Getting here:
The easiest way to get to Inland Provence from the US is to fly to Marseilles International Airport (MRS). If you would like to see Paris, fly to Charles de Gaulle Airport then connect directly to the TGV(high speed train) from CDG TGV2 to Avignon TGV(3 hours direct) and rent a car. You would plan to see Paris on the way back, taking the TGV from Avignon TGV to Gare de Lyon, getting a cab to your hotel in the city.

Things to do

Local Attractions
Hiking and Cycling.

Route des vins and visit of villages.

Outdoor markets of Provence.

"Le Petit Café" in Oppede le Vieux.

Local Markets
Sunday: L'Isle sur la Sorgue

Thursday: Rousillion, Les Beaumettes

Within Walking distance
Hiking tracks to the Luberon hills

Groceries
A large store has opened in Coustellet, at 5 minutes' drive

Note: Maps show approximate location

Terms and Conditions Overview

Arrival: Saturday (arrival date subject to availability)

Minimum Stay: 1 week - please inquire about exceptions outside the summer months.

Services Included: Final cleaning and any additional maid service listed on the web page

Making your reservation: These properties are reserved on a first-come, first-serve basis. However, before you reserve, you are required to review and sign a rental agreement for the villa (the “Rental Agreement”) We will send you the Rental Agreement by email. The Rental Agreement explains in detail all of terms and conditions regarding rental and use of the property in detail. We shall have no obligation to accept any reservations, unless the Rental Agreement is fully executed.

Payment: After you have signed the Rental Agreement and filled out the appropriate information, as approved by us, a nonrefundable payment of the one-half (50%) of the Rental Fee (which price is defined in your Rental Agreement) must be received by us within seven (7) days to confirm the reservation. The remaining one-half (50%) of the Rental Fee is due 60 days before the arrival date, and is also non-refundable. If reservations are made less than 60 days prior to the arrival date, then 100% of the Rental Fee must be paid upon the signing of the Rental Agreement. Please know that a failure to pay any portion of the Rental Fee as set forth above and in Rental Agreement can result in loss of the reservation of the villa and a termination of the Rental Agreement. We will confirm receipt of each payment and note any outstanding balance and due date(s).

Cancellation: We have a no refund cancellation policy, but usually succeed in rescheduling cancelled reservations to the Spring or Fall or re-booking the cancelled period to another group and refunding the party that cancelled. Failure to pay the final balance (which is due 60 days before arrival) or provide required information for the security deposit may be deemed a cancellation with no refund due. Clients are advised to consider Trip Cancellation Insurance with the carrier of their choice at the time of confirmation.

For more information about how you can reserve this villa for your vacation, please contact us:


Adorable Small Villages in Northeast France

Kaysersberg

From Jacquie of Flashpacking Family

Kaysersberg in Alsace may be small but that doesn’t stop it from being one of the most famous villages in France. It is one of the Plus Beaux Villages de France and in 2017 it was voted Village préféré des Français.

It earns its status as one of Alsace’s fairytale villages with its colorful, timber-framed houses that are seen throughout the region. But what makes Kaysersberg a little more special than its enchanting neighbors, Eguisheim and Riquewihr, is that it is much less busy. Add to this the beautiful River Weiss running through the center of the village, the 800-year-old Kaysersberg Castle looking down from above and rolling green hills clad in vines surrounding the village.

Make sure to take the steps up to the top of the castle for beautiful views over the village and the surrounding countryside or drive up into the vines just outside of Kaysersberg for even more impressive views.

Combine This Small Town in France With…

Kaysersberg is situated at an equal distance between Strasbourg and Basel and would make an excellent weekend getaway from Paris.

Châteauneuf-en-Auxois

From Kerri of Beer and Croissants

Châteauneuf-en-Auxois is located in the heart of the Burgundy wine-producing region. Its position high on a hill in the Auxois Valley made it the perfect spot for one of the area’s strategic fortresses, the Châteauneuf Castle.

Today the castle is the main reason why visitors are attracted to this small town. With a resident population of under 100, it is quintessentially French with its narrow, cobbled laneways lined with the houses of a bygone era. Many of these medieval buildings from the 14th-century still exist, some of which have been turned into small art galleries or gourmet food stores selling locally produced items. It is perfect for spending a few hours just walking around. In the summertime, many of the houses are adorned with beautiful flowers and ivy.

The northern entrance to the town is where one of the original gates to this former walled town can be seen. The gate is also a marker for the access point to one of the best views over the valley. Follow the signs to Pont de Vue and La Croix de Mission to find the lookout.

If you can’t get enough of this town, consider also going to the nearby town of Vandenesse-en-Auxois. Located right on the Bourgogne Canal, it offers a majestic view of the fairytale castle from ground level.

Combine This Small Town in France With…

Châteauneuf-en-Auxois is easily accessible by vehicle from two of Burgundy’s most prominent cities, Dijon and Beaune. The short distance takes around 45 minutes from either location and as such makes for a perfect road trip in the Burgundy region .

Photo provided by Kerri of Beer and Croissants. Reused with permission.

Riquewihr

From Josie of Josie Wanders

The village of Riquewihr in the Alsace region of France is truly adorable. The walled town center is filled with traditional half-timbered houses that are painted in all colors of the rainbow. In spring and summer, they are covered in wisteria and other vines and it’s such a romantic place to just sit and enjoy.

Being in the Alsace region, Riquewihr is nestled in amongst wineries, and tasting some of the local wines can be done right on the main street. There’s also plenty of locally produced food too. Look out for delicious bakeries, cheese shops, and small goods.

There is a small museum located in town, and one section of the medieval walls can be accessed to explore, but just wandering the streets is captivating enough for a relaxed visit. If you stay overnight, look out for the nightly light show at the upper gate of the town.

Riquewihr is also located on the Grand Crus, the Alsace wine trail so it is a great location for a hike amongst the vineyards if you are looking for a more active visit.

Combine This Small Town in France With…

Riquewihr is less than one hour from Strasbourg or twenty minutes from Colmar, so is a perfect day trip from either of these larger cities.


The Ultimate Guide to a Road Trip in Provence

When to Go

This is admittedly a more and more difficult question over the years, if you’re trying to catch the lavender in bloom. In 2019 our trip dates were 4-9 July, and by the last days we were passing lavender fields that had already been harvested. As blooming periods are shifting earlier, I would recommend the last week of June and first week of July for optimal lavender visiting. However, there are plenty of non-lavender related activities to do in Provence, so don’t worry if you can’t make it there during this period!

How to Get There

BY TRAIN: It’s only a 2h45 TGV ride from Paris Gare de Lyon to Avignon TGV, and 3h09 to Aix-en-Provence TGV (be aware, if you’re looking to base yourself in either Avignon or Aix, these two stations are located a ways out of the center of town- you’ll need to take another train or rent a car to get there).

If you’re coming from Paris, this is by far the easiest option. We chose Avignon because there are multiple car rental locations within the train station complex, and it only took a little while before we had the keys and were on our way.

Check out train ticket options HERE (booking through Omio will give me a little commission, and their customer service is great- I once got strep throat and had to cancel a train the day before my trip and easily got the majority of my money back).

BY PLANE: The largest international airport in the center of the Provence region is Aéroport Marseille Provence, located in Marignane next to Marseille down on the coast. From there, you can take a free shuttle bus from the airport’s bus station (platform/quai 5) to the train station Vitrolles Aeroport Marseille Provence. The buses run every 10-15 minutes. From the train station, take a TER (regional train) up to Avignon (18.30€) or Aix-en-Provence (11.90€). There is a small regional airport near Avignon but your flight options will be limited.

BY CAR: From Paris, take the A6 highway towards Lyon and then the A7 from Lyon to Avignon (around a 7 hour drive, traffic permitting). Once you approach Avignon, follow signs for the D900- many of the villages and lavender fields are located off of this route.

How to Get Around

As great at the train systems are, for a road trip in Provence, renting a car is non-negotiable. You’ll get the most out of the trip if you can make your own itinerary and have the freedom to change it at will- we spent a lot of time pulling over next to random fields and often changed destination at the drop of a hat. Additionally, most of the locations you’ll want to stop at (and nearly all in this guide) are only accessible by car.

Where to Stay

Airbnb is the way to go in this region, as many people rent out their summer homes when not staying there, and you can find some incredible places for great prices. We stayed in one which I unfortunately can’t recommend as we weren’t huge fans (though it served its purpose), but I found a few others in the area that have great reviews!

  • Apt
  • Caseneuve
  • Gordes

All photos courtesy of Airbnb. Links: Photo 1, Photo 2, Photo 3

Can’t-Miss Spots

(Vaucluse, Luberon and Alpes de Haute Provence)

Oppède-le-Vieux: This adorable hilltop village in the Luberon is accessible to tourists only by foot leave your car in the parking lot at the bottom of the hill and make the 10-15 minute well-marked trek up through the woods and olive groves. Once at the top, you can wander the cobblestone streets in the shadow of the remains of a 12th-century chateau, discovering the restored 15th and 16th century houses and workshops.

Colorado Provençal: Before you ask- yes, it’s named for the state! These former ochre quarries, like the ones in Roussillon, were mined for the natural pigments in the clay between 1871 and 1993 (over 20 different shades in the Colorado Provençal alone).

They’re now a protected historical monument and can be visited from February through December, with two paths (one long, one short) that will take you through the quarries to marvel at the natural beauty of the site, despite its heavily industrial past.

It will cost you 5€ to park your car in the lot at the entrance to the quarries, and opening times vary depending on the month. You can find the most up-to-date information on the hours and prices HERE.

Roussillon: This charming village is unlike most you’ll find in the south of France, with its buildings dyed orange and red thanks to the ochre found in the local clay. It won’t take you long to wander its streets and explore, as it’s quite small, with a population of only around 1300 people. The real attraction lies outside of the village.

A few minutes’ walk from the center of town, you’ll find yourself at the start of the Sentier des Ocres, a set of paths which will take you through the ochre quarries (one takes about 30 minutes, the other around 60 minutes). The colors here are less diverse of those in the Colorado Provençal but no less spectacular, especially at the end of the day when the light turns golden and hits it just right.

Entry will cost you 3€, and opening hours vary by season (find them HERE). After visiting the quarries, head back into town and grab an ice cream to eat while sitting by the town hall (pictured above).

Plateau de Valensole: No summer road trip in Provence is complete these days without a stop at the lavender fields in Valensole, easily the most famous and popular in the region. The most photographed fields are those of Lavandes Angelvin, off of the D6-Route de Manosque highway. Not only are there lavender fields, there are also sunflower fields for a bit of diversity in your photos.

Because of its popularity, there’s now a large designated parking area across the highway from the fields, making it quite easy to stop for photos. Be careful crossing however as cars don’t really slow down- I saw quite a few tourists nearly get hit.

Tip: If you do decide to stop here, be sure to get here early to avoid the crowds (although there still will be crowds)! If you’re looking for fields with no people around, I recommend continuing east on the D6 past the village of Valensole- you’ll find many views with the Alps in the background (see the first picture in this post).

Moustiers-Sainte-Marie: Built into a cliffside over the western edge of the Gorges de Verdon, Moustiers-Sainte-Marie is known not only as one of the most beautiful villages of France but also for its production of faïence, which is pottery covered with a white tin glaze and often decorated with colorful motifs on top.

There’s a spring that flows from the cliff, creating a waterfall through the village, a means of hydroelectric power for its inhabitants, and a place to refill your water bottle after climbing up and down the hilly streets. The Chapel Notre-Dame de Beauvoir, perched above the village, is a historical monument and accessible via the Way of the Cross, a pathway with 262 steps leading up the cliff.

Gorges du Verdon: Known for its stunning, naturally turquoise water, the Gorges de Verdon and Lac de Sainte-Croix have become an increasingly popular summer destination for French and visitors alike. It gets its color from the minerals in the water.

The most famously photographed view, pictured above, is from the Pont du Galetas on the D957 highway, which sits just above where the Verdon River feeds into the Lac de Sainte-Croix. The D957 will take you all around the lake, and there are plenty of little beaches to stop at- I recommend heading further south away from the bridge to avoid the crowds, unless you want to rent a canoe or paddleboat.

However, for the picture above, there are parking lots on either side of the bridge, and a big sidewalk so you can stop and admire the gorgeous scenery.

Simiane-la-Rotonde: Inspired by a photo on my friend Mary’s Instagram, once I saw that Simiane-la-Rotonde was only 20 minutes away from our Airbnb, I knew we had to go! A few fields are around the village, though some are private property (please don’t trespass for the sake of a photo!). We chose this one for the great view of the village in the background.

Gorjeta: if you’re looking for the best light, come a little over an hour before sunset, as the sun goes down behind the village from this angle.

Fun story though: I was aiming to come when the sun was at a certain height, and it wasn’t quite low enough when we arrived, so we thought we’d go park and walk around the village. As we drove up, we saw white smoke billowing above the rooftops, and discovered that a building was on fire and the road into the village was closed! Hoping no one was hurt, but with nothing we could do, we decided to drive to Sault to check out the nearby fields, and then stopped here on our way back.

Gordes: While it has gotten admittedly more touristy in recent years, it’s for good reason- Gordes is one of the most picturesque and lovely villages in the Vaucluse department. Driving into the village, there’s a clearly marked lookout point, from which you’ll find the view pictured above.

The commune dates back over a thousand years to the Roman empire, and the chateau was built in 1031. It was also an active resistance center during WWII, and was bombed in 1944 due to the resistance efforts. Strolling the streets today and marvelling at the views over the surrounding countryside, or relaxing poolside at La Bastide de Gordes, it’s hard to imagine the wonders and horrors this village has seen.

Gorjeta: If you’re looking for the best light and the fewest people, come in the morning- the photo above was taken around 6:30am. Head to Le Cercle Républicain afterwards for a coffee and a hot croissant or pain au chocolat (they get them from the local boulangerie). They open at 7:30 and have an adorable little balcony with a couple of tables overlooking the surrounding landscape- the perfect spot for a morning bite.

Abbaye de Sénanque: This beautiful little abbey is tucked away behind the village of Gordes and surrounded by lavender fields, which are tended by the abbey’s monks. They also raise honey bees, and sales of their honey and lavender help cover their living expenses and building maintenance.

Unfortunately, due to overzealous tourists trampling the lavender in their quest for the perfect photo, the lavender fields are surrounded by high fences, making many of the angles you’ve seen on Instagram now impossible. However, it’s still worth a visit if you’re also visiting Gordes, just to see its beauty! You can also visit the abbey itself (see visiting hours and entry fees HERE) or buy a jar of delicious lavender honey from the monastic shop.

Saint-Saturnin-les-Apt: With its charmingly colorful streets and medieval castle ruins, Saint-Saturnin is both idyllic and interesting- not just a spot to stop for photos, but a place where you can climb the cobblestone steps and stand where people once stood nearly a thousand years ago.

The château ruins and restored chapel that sit on the hilltop date back to 1056, and the dam next to it was built in 1863 as a water source for the village. From this vantage point you can admire the rooftops, the steeple of the Saint-Étienne church, and the 17th century windmills. Down in the village, don’t miss the 3 gorgeous doors that are listed as historic monuments.

Gorjeta: I recommend stopping for a meal at Le Saint Hubert– we went for brunch/lunch and it was the best omelette of my life (be sure to tell Lise and Eric that I sent you!).

What to Bring Back

Market baskets & other local goodies: The Marché d’Apt is one of the area’s biggest and best markets, for food as well as other souvenirs. We headed there to stock up on fresh produce, and of course made a stop at a few other stands as well. You can buy classic French market baskets (ironically most of which are made in Morocco), local honey, sachets of dried lavender, jams and spreads made with local ingredients, and massive jugs of olive oil. My item of choice was a small woven straw purse (I already own two market baskets) to replace my other summer bag whose handle had just broken.

Vinho: If you’re road tripping in Provence, you absolutely must heed the signs at the sides of the road alerting you to the fact that a winery is nearby. There’s a huge variety of options for Provençal wine depending on the types of grapes- some domaines have many different choices, others are smaller family farms that offer just two or three each of whites, reds, and rosés.

When you stop, you’ll be taken into their designated tasting area- a cool, humid wine cave attached to their home for some, a large counter with uniformed staff for others. You’re encouraged to taste as many wines as you wish, and you’ll be able to buy bottles for close to wholesale prices. And of course, DON’T DRINK AND DRIVE!

Some of our favorites from the trip:

Domaine de Tara (we learned about this one from Le Saint Hubert- great sparkling rosé!)

Domaine de la Citadelle (probably the most “established” of the ones we visited)

Domaine du Puy Marquis (not the friendliest welcome but great dry rosés and a scenic drive to get here)

Domaine de Grand Saint-Julien (pictured above- there is a friendly dog and some adorable cats here!)

I’ve put together a handy map to help you find all the locations on this list!

Have you ever taken a road trip in Provence? What would you add to this list?


Booking.com guest review guidelines

To keep the rating score and review content relevant for your upcoming trip, we archive reviews older than up to 36 months.

Only a customer who has booked through Booking.com and stayed at the property in question can write a review. This lets us know that our reviews come from real guests, like you. Who better to tell others about the free breakfast, friendly staff, or quiet room than someone who’s stayed at the property before?

We want you to share your story, both the good and the bad. All we ask is that you follow a few simple guidelines.

Reviews vision

We believe review contributions and property responses will highlight a wide range of opinion and experiences, which are critical in helping guests make well-informed decisions about where to stay.

Reviews principles

Contributions to Booking.com are a reflection of the dedication of our guests and properties, and are treated with the utmost respect.

Whether negative or positive, we'll post every comment in full, as quickly as possible, after being moderated to comply with Booking.com guidelines. We'll also provide transparency over the status of submitted content.

Once a review has been submitted, you can modify it by contacting Booking.com customer service.

We will use the same guidelines and standards for all user-generated content as well as the property replies to that content.

We will allow the contributions to speak for themselves, and we won’t be the judge of reality. Booking.com’s role is that of a distributor of feedback from both guest and property.

Guidelines and standards for Reviews

These guidelines and standards aim to keep the content on Booking.com relevant and family-friendly without limiting expression of strong opinions. They are also applicable regardless of the sentiment of the comment.

Contributions should be travel related. The most helpful contributions are detailed and help others make better decisions. Please don’t include personal, political, ethical, or religious commentary. Promotional content will be removed and issues concerning Booking.com’s services should be routed to our Customer Service or Accommodation Service teams.

Contributions should be appropriate for a global audience. Please avoid using profanity or attempts to approximate profanity with creative spelling, in any language. Comments and media that include 'hate speech', discriminatory remarks, threats, sexually explicit remarks, violence, and the promotion of illegal activity are not permitted.

All content should be genuine and unique to the guest. Reviews are most valuable when they are original and unbiased. Your contribution should be yours. Booking.com property partners should not post on behalf of guests or offer incentives in exchange for reviews. Attempts to bring down the rating of a competitor by submitting a negative review will not be tolerated.

Respect the privacy of others. Booking.com will make an effort to obscure email addresses, telephone numbers, website addresses, social media accounts, and similar details.

The opinions expressed in contributions are those of Booking.com customers and properties and not of Booking.com. Booking.com does not accept responsibility or liability for any reviews or responses. Booking.com is a distributor (without any obligation to verify) and not a publisher of these comments and responses.

By default, reviews are sorted based on the date of the review and on additional criteria to display the most relevant reviews, including but not limited to: your language, reviews with text, and non-anonymous reviews. Additional sorting options may be available (by type of traveller, by score, etc. ).

Translations disclaimer

This service may contain translations powered by Google. Google disclaims all warranties related to the translations, express or implied, including any warranties of accuracy, reliability, and any implied warranties of merchantability, fitness for a particular purpose and noninfringement.


Assista o vídeo: Oppede le Vieux, Provence, France HD (Outubro 2022).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos